21:32 23 Setembro 2021
Ouvir Rádio
    Ásia e Oceania
    URL curta
    0 63
    Nos siga no

    Surgiu na casa de leilões Bonhams em Hong Kong, China, um chapéu bicorne em que foram notadas ligações ao famoso imperador francês, e cujo preço é agora estimado como rondando um milhão de reais.

    Um chapéu em que se descobriram recentemente provas genéticas pertencentes a Napoleão Bonaparte, general francês das Guerras Revolucionárias da França, foi exibido na segunda-feira (6) ao público antes de seu leilão, escreve a agência britânica Reuters.

    Chapéu bicorne militar de inverno que pertenceu ao imperador francês Napoleão Bonaparte (1769-1821) é visto de perto antes de um leilão em Bonhams, Hong Kong, China, 3 de setembro de 2021
    © REUTERS / Tyrone Siu
    Chapéu bicorne militar de inverno que pertenceu ao imperador francês Napoleão Bonaparte (1769-1821) é visto de perto antes de um leilão em Bonhams, Hong Kong, China, 3 de setembro de 2021

    Com um valor estimado entre 100.000 libras esterlinas (R$ 714,455,68) e 150.000 libras esterlinas (R$ 1,07 milhão), o chapéu do militar estadista francês está atualmente na casa de leilões Bonhams em Hong Kong, China, onde se encontra em exposição antes de ser enviado para Paris, França. Em seguida, viajará para Londres, Reino Unido, onde será leiloado em 27 de outubro.

    De acordo com a Bonhams, este é o "primeiro chapéu a carregar o DNA do imperador". O icônico chapéu bicorne é frequentemente visto em representações de Napoleão no campo de batalha, comenta a Reuters.

    O chapéu foi comprado por seu atual proprietário de uma pequena casa de leilões alemã e, na época, não se sabia que pertencia ao imperador da França. "Foi uma descoberta puramente casual", disse Simon Cottle, diretor-gerente do braço europeu da Bonhams.

    Chapéu bicorne militar de inverno que pertenceu ao imperador francês Napoleão Bonaparte (1769-1821) é visto dentro de tubo de vidro antes de um leilão em Bonhams, Hong Kong, China, 3 de setembro de 2021
    © REUTERS / Tyrone Siu
    Chapéu bicorne militar de inverno que pertenceu ao imperador francês Napoleão Bonaparte (1769-1821) é visto dentro de tubo de vidro antes de um leilão em Bonhams, Hong Kong, China, 3 de setembro de 2021

    O comprador do bicorne decidiu investigar mais a origem da peça quando notou inscrições e outras características que sugeriram que ela poderia ter pertencido a Napoleão.

    Detalhe do bicorne militar de inverno que pertenceu ao imperador francês Napoleão Bonaparte (1769-1821) é visto dentro de tubo de vidro antes de um leilão em Bonhams, Hong Kong, China, 3 de setembro de 2021
    © REUTERS / Tyrone Siu
    Detalhe do bicorne militar de inverno que pertenceu ao imperador francês Napoleão Bonaparte (1769-1821) é visto dentro de tubo de vidro antes de um leilão em Bonhams, Hong Kong, China, 3 de setembro de 2021

    As pesquisas iniciais sugeriram que as dimensões e a idade do objeto correspondiam às dos bicornes de Napoleão. A peça foi então extensivamente testada com uma variedade de métodos, incluindo a microscopia eletrônica.

    "Cinco pelos foram descobertos quando o conteúdo do chapéu foi examinado de perto, e então dois desses pelos foram acompanhados, ambos com o marcador genético de Napoleão", relatou Cottle.

    A história por trás deste chapéu é, segundo o diretor da Bonhams Europa, muito diferente da de chapéus napoleônicos previamente vendidos. A maioria deles foi herdada de famílias nobres ligadas ao imperador ou de soldados que os apanharam no campo de batalha.

    Mais:

    México procura recuperar documentos do conquistador espanhol Cortés roubados para leilões nos EUA
    Espelho de Maria Antonieta descoberto no banheiro de família britânica (FOTOS)
    DNA de Trump e Soros à venda? Grupo afirma ter material genético de participantes do Fórum de Davos
    Tags:
    Reuters, China, Hong Kong, Napoleão Bonaparte, Europa, Paris, França, Reino Unido, Londres
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar