01:34 25 Setembro 2021
Ouvir Rádio
    Ásia e Oceania
    URL curta
    2234
    Nos siga no

    Um avião da Força Aérea italiana que participa da evacuação no Afeganistão teria estado debaixo de fogo enquanto decolava do aeroporto de Cabul, mas mídia da Itália negou que os disparos fossem intencionais.

    Um avião C-130J da Força Aérea italiana que evacuava mais de 100 pessoas do Afeganistão foi alvejado enquanto decolava do aeroporto de Cabul, escreve na quinta-feira (26) a agência italiana Agi citando fontes militares.

    Os disparos, que se acredita terem sido de armas automáticas pesadas, aconteceram imediatamente após a decolagem do avião de transporte, a partir do exterior do aeroporto ou de uma colina próxima, segundo a Agi.

    Entre os passageiros havia 98 civis, além de jornalistas. Nenhuma pessoa a bordo, incluindo membros da tripulação, ficou ferida.

    A comandante da aeronave fez uma manobra de emergência. O avião está se dirigindo para o Kuwait, de onde os passageiros serão transportados à Itália em um novo voo.

    No entanto, segundo fontes citadas pelo jornal Corriere della Sera, o disparo para o ar realizado por uma "metralhadora afegã" aconteceu para dispersar uma multidão que começou a lotar a entrada do aeroporto, não tendo a aeronave como objetivo.

    Dmitry Zhirnov, embaixador da Rússia em Cabul, disse na quinta-feira (26) que os EUA não estão conseguindo manter a ordem no aeroporto da capital afegã.

    "Os americanos realmente não podem manter nada [ordem] lá, eles têm vítimas lá, cerca de 50 pessoas comuns já morreram", disse o diplomata à emissora Rossiya 24, acrescentando que a situação no aeroporto pode ser descrita como "caos".

    Mais:

    Restos humanos são encontrados em roda de avião militar dos EUA que decolou do aeroporto de Cabul
    Talibã declara suspensão de todos os voos no aeroporto de Cabul, diz mídia
    Caos no aeroporto de Cabul: evacuação de emergência de estrangeiros e afegãos
    Tags:
    Força Aérea, C-130, C-130J, Cabul, Afeganistão, Itália, Kuwait
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar