05:55 03 Agosto 2021
Ouvir Rádio
    Ásia e Oceania
    URL curta
    0 232
    Nos siga no

    A China testou lançadores de foguetes, obuseiros, drones, veículos de reconhecimento e outras armas em condições adversas, relata mídia chinesa.

    O Exército de Libertação Popular (ELP) da China e respectiva Força Aérea conduziram recentemente "exercícios intensivos em regiões de planalto no noroeste da China", durante os quais os militares testaram novas armas, equipamentos e táticas, escreveu no domingo (11) o jornal The Global Times.

    Citando relatos de domingo (11) da emissora Televisão Central da China (CCTV, na sigla em inglês), o Global Times explica que uma unidade de artilharia destacada nas montanhas de Karakorum, a uma altitude de mais de 4.500 metros, testou disparos de fogo real com novos sistemas autopropulsados de lançamento múltiplo de foguetes PHL-11, tendo eles atingido os alvos com sucesso.

    Outra brigada, pertencente ao Comando Militar de Xinjiang, testou em uma altitude de mais de 5.000 metros obuseiros autopropulsados PCL-161, também recém-comissionados nas Forças Armadas. Uma terceira brigada do Comando Militar de Xinjiang abriu fogo com lançadores múltiplos de foguetes de longo alcance PHL-03, em "uma região de planalto nevado, e simulou a eliminação de grupos blindados e posições de artilharia hostis".

    Em termos operacionais, o 81º Exército de Grupo do Comando do Teatro Central e o 72º Exército de Grupo do Comando do Teatro Oriental destacaram tropas para planaltos e desertos, onde testaram obuseiros, mísseis de defesa antiaérea, drones e veículos de reconhecimento, informou a CCTV no sábado (10).

    A CCTV reportou ainda que uma brigada de tropas aerotransportadas da Força Aérea utilizou kits de paraquedas e máscaras de oxigênio recentemente desenvolvidos e adaptados para planaltos de forma a treinar paraquedistas na região de planaltos no noroeste com aeronaves táticas de transporte Y-8.

    The Global Times citou também que a Força Aérea do Comando do Teatro Ocidental praticou o "posicionamento de emergência em aeródromo estranho", com forças terrestres manobrando e estacionando rapidamente no aeródromo usando estradas, ferrovias e aviões Y-20 para prestar apoio a jatos de caça multiuso J-16.

    Segundo contou um especialista militar ao jornal, usando anonimato, nos últimos dois meses as novas armas comprovaram sua capacidade de fogo e os exercícios militares realizados demonstraram que o ELP consegue enviar tropas e aviões de guerra para a linha de frente muito rapidamente em caso de emergência.

    Mais:

    China eleva capacidades de combate de caças para voarem em condições adversas, diz mídia
    China testa mísseis balísticos DF-26 'assassinos de porta-aviões' (VÍDEO)
    China implanta novo tipo de morteiro autopropulsado durante exercício de fogo real (VÍDEO)
    Tags:
    China, CCTVNEWS, ELP, Global Times, The Global Times, Xinjiang, Forças Armadas, Forças Armadas da China, Força Aérea, Força Aérea da China, Y-20, J-16
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar