18:21 23 Junho 2021
Ouvir Rádio
    Ásia e Oceania
    URL curta
    6323
    Nos siga no

    Nesta segunda-feira (14), o Ministério das Relações Exteriores turco condenou as mais recentes sanções impostas pelos Estados Unidos devido à compra dos sistemas de defesa antiaérea russos S-400 por Ancara, que anunciou medidas retaliatórias.

    Mais cedo, nesta segunda-feira (14), Washington impôs sanções contra a presidência turca das Indústrias de Defesa e seu chefe Ismail Demir, bem como contra mais três oficiais na Turquia pela compra dos sistemas de defesa antiaérea russos S-400.

    "Condenamos e rejeitamos a decisão de impor sanções unilaterais contra a Turquia, conforme anunciado hoje pelos EUA no contexto da aquisição de sistemas de defesa antiaérea S-400 pela Turquia", disse o Ministério das Relações Exteriores turco conforme publicado em comunicado oficial.

    O texto aponta ainda que Ancara responderá às sanções impostas pelos EUA e que tomará as medidas necessárias para proteger sua segurança nacional. Mais cedo, o presidente da Turquia, Recep Tayyip Erdogan, afirmou a repórteres que essas medidas não impedirão as tentativas turcas de defender seus direitos

    "A Turquia tomará as medidas necessárias contra esta decisão, o que afetará negativamente nossas relações, e retaliará da forma e no momento que considerar apropriado. A Turquia nunca se absterá de tomar as medidas necessárias para proteger sua segurança nacional", aponta o documento.
    O presidente da Turquia, Tayyip Erdogan, em coletiva de imprensa em Moscou.
    © Sputnik / Sergei Guneev
    O presidente da Turquia, Tayyip Erdogan, em coletiva de imprensa em Moscou.

    As alegações dos EUA sobre a vulnerabilidade dos sistemas da OTAN em relação à aquisição do S-400 pela Turquia não têm base técnica, ressalta o comunicado, que também aponta que Ancara tentou abrir canais de diálogo sobre a questão.

    "Além disso, a Turquia propôs repetidamente abordar esta questão de maneira objetiva, realista e politicamente imparcial por meio de um grupo de trabalho com a participação da OTAN", aponta o comunicado.

    A Turquia anunciou a compra dos sistemas de defesa antiaérea S-400 da Rússia ainda em 2017. O anúncio gerou incômodo por parte dos EUA, que alegaram que o sistema russo é incompatível com a OTAN. Em 2019, Washington retaliou a Turquia expulsando Ancara do programa de desenvolvimentos dos caças F-35, aumentando a deterioração das relações bilaterais entre os países.

    Mais:

    Presidente da Turquia diz esperar que França se livre do 'problema' de Macron o mais rápido possível
    Moscou comenta recusa da Turquia em adquirir vacina russa contra COVID-19
    Aumento de sanções da UE contra Turquia é 'decepcionante', segundo porta-voz turco
    Tags:
    Recep Tayyip Erdogan, Ancara, Washington, OTAN, S-400, F-35, EUA, Turquia
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar