23:45 30 Novembro 2020
Ouvir Rádio
    Ásia e Oceania
    URL curta
    8580
    Nos siga no

    Prevê-se que as redes 6G sejam dez vezes mais rápidas do que as redes de quinta geração, que segue envolta de disputas ao redor do mundo devido acusações sobre equipamentos de empresas chinesas.

    A China colocou "o primeiro satélite de teste 6G do mundo" em órbita com o lançamento do foguete Longa Marcha 6 nesta sexta-feira (6), informa em comunicado a Universidade de Ciência e Tecnologia Eletrônica da China, citado pelo jornal Sohu.

    Denominado Universidade de Ciência e Tecnologia Eletrônica, o satélite experimental é um empreendimento conjunto entre o principal estabelecimento educacional da China e a empresa local National Star Aerospace. O satélite pesa 70 quilos e estabelecerá um link de transceptor para realizar testes de carga em terahertz. Será a primeira verificação técnica de comunicação terahertz testada em ambiente espacial, garante à mídia o professor Xu Yangsheng, da Universidade de Ciência e Tecnologia Eletrônica da China.

    De acordo com Yangsheng, o satélite marca um grande avanço na exploração da tecnologia de comunicação espacial terahertz no campo aeroespacial da China.

    A comunicação por terahertz, uma das tecnologias-chave no desenvolvimento de redes de sexta geração, tem vantagem sobre as demais, entre elas uma alta taxa de transmissão e perspectivas de aplicação importantes no campo da comunicação terrestre e espacial.

    A mensagem da Universidade revela que o satélite também terá algumas outras funções, incluindo observações remotas e monitoramento de desastres naturais. O foguete Longa Marcha 6 lançou um total de 13 satélites, sendo dez deles desenvolvidos pela empresa argentina Satellogic, ao espaço a partir do Centro de Lançamento de Satélites de Taiyuan, na China.

    Mais:

    China ameaça dar 'golpe devastador' àqueles que 'tentarem dividir seu território'
    Coreia do Norte teria minado áreas na fronteira com China para prevenir entrada da COVID-19
    China cria lei para aumentar poder da Guarda Costeira sobre navios estrangeiros no seu território
    Japão deve rever sua relação com EUA por causa da China, diz diplomata
    Tags:
    satélite, China, 5G, tecnologia, tecnologia 5G
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar