14:32 27 Outubro 2020
Ouvir Rádio
    Ásia e Oceania
    URL curta
    2261
    Nos siga no

    Mídia chinesa informa que o dinheiro deve ser gasto em locais específicos durante uma semana, sendo este mais um passo para criar uma moeda digital soberana.

    A cidade chinesa de Shenzhen vai distribuir gratuitamente dez milhões de yuans (R$ 8,27 bilhões) durante um projeto piloto público inédito para lançar a versão digital da moeda nacional, escreve o portal Sina Finance.

    O prazo de inscrição dos usuários candidatos, indicado pela Administração Municipal de Ciberespaço de Shenzhen, decorre entre sexta-feira (9) e domingo (11), sendo necessário fornecer dados pessoais: nome, carteira de identificação e número de celular.

    O dinheiro será distribuído entre 50.000 pessoas escolhidas de forma aleatória, cada uma das quais vai receber 200 yuans (R$ 165,22) digitais para gastar entre segunda-feira (12) e domingo (18) em um dos 3.389 pontos de venda autorizados. O dinheiro não gasto será cancelado ao fim desse período, não podendo ser convertido ou transferido.

    Desde 2014, a China está desenvolvendo um sistema de criptomoeda que deverá substituir a atual moeda física em papel e metal. Durante a conferência bancária e financeira Sibos na segunda-feira (5), Fan Yifei, o vice-diretor do Banco Popular da China, observou que o yuan digital já foi utilizado em 3,13 milhões de transações em um valor superior a 1,1 bilhão de yuans (R$ 908,7 milhões), informou o jornal South China Morning Post.

    Mais:

    Como China pode reagir à exclusão do sistema internacional de pagamentos?
    China usa sanções dos EUA para conquistar independência do dólar
    Yuan digital da China poderia substituir bitcoin e acabar com hegemonia do dólar
    Tags:
    South China Morning Post, BBC, Shenzhen, China
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar