19:34 30 Outubro 2020
Ouvir Rádio
    Ásia e Oceania
    URL curta
    0 188
    Nos siga no

    A Índia teria enviado batalhões de infantaria para a região de Ladakh, na fronteira com a China, a partir de outras localidades para reforçar retaguarda de unidades militares.

    O movimento teria permitido que tropas já presentes e familiarizadas com a região se movessem para posições mais avançadas ao longo da fronteira.

    Além disso, outras unidades baseadas na cidade de Leh, na região de Ladakh, também foram deslocadas para posições de alerta operacional para atender qualquer contingência, publicou o Times of India.

    A mobilização de tropas se deu logo após o chefe do Estado-Maior do Exército indiano, general Manoj Mukund Naravane, ter visitado a região na última sexta-feira (22) para observar a situação.

    No último dia 19, a Índia também havia enviado tropas para sua fronteira com a China.

    Confrontos

    No passado dia 9, tropas de ambos os lados se envolveram em um confronto fronteiriço que deixou diversos feridos.

    O embate foi protagonizado por mais de 100 soldados indianos e chineses.

    É válido ressaltar que Pequim e Nova Deli disputam territórios no norte da Caxemira. Contudo, conversas diplomáticas têm sido conduzidas para resolver a situação, disse fonte à mídia.

    Mesmo assim, ainda são reportados pequenos embates entre tropas de patrulha de ambos os países.

    Mais:

    Índia e Bangladesh iniciam evacuação em massa devido a chegada de ciclone
    Soldados ficam soterrados na neve após avalanche no nordeste da Índia
    China e EUA devem alcançar coexistência pacífica apesar de diferentes sistemas, diz chanceler
    Tags:
    Caxemira, fronteira, conflito, soldados, Índia, China
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar