22:06 04 Junho 2020
Ouvir Rádio
    Ásia e Oceania
    URL curta
    362
    Nos siga no

    Fonte na Coreia do Norte informou a mídia que a fábrica visitada por Kim Jong-un no final de abril não estava pronta e foi preparada às pressas.

    Por mais de 20 dias o paradeiro do líder norte-coreano Kim Jong-un foi um verdadeiro mistério.

    Desde rumores de problemas de saúde até à sua morte, muito se especulou sobre a real razão de seu "desaparecimento".

    Contudo, imagens datadas de 30 de abril mostraram o líder visitando uma fábrica de fertilizantes na cidade de Sunchon. No evento, Kim apareceu inaugurando a instalação.

    Apesar das fotografias e da aparência da fábrica, uma fonte dentro da Coreia do Norte reportou ao portal Daily NK sobre as reais condições nas quais o evento decorreu.

    'Inauguração inesperada'

    Segundo a fonte, a fábrica estava longe de sua inauguração. Em 28 de abril, o governo do país deu ordem para preparar o local para a cerimônia em apenas dois dias.

    "Por dois dias os trabalhadores da construção se dedicaram à preparação da cerimônia. Eles trabalharam arduamente dia e noite para criar a aparência de uma fábrica pronta, enfeitando o exterior do prédio e pondo vidro, entre outras coisas", disse a fonte.

    Para agilizar os trabalhos, os soldados que se ocupavam com os toques finais no interior da fábrica receberam ordem imediata para se ocuparem com o exterior da instalação.

    Além disso, familiares dos trabalhadores da fábrica também foram convocados para o serviço.

    'Visitante ilustre'

    Enquanto os norte-coreanos terminavam o trabalho às pressas, os mesmos não tinham noção de que o local seria visitado por Kim Jong-un, apesar de especulações.

    "Todo o mundo sabia que a construção não estava pronta, mas quando as pessoas ouviram que ia ter uma cerimônia de inauguração, elas começaram a especular se os trabalhadores da construção haviam falsificado relatórios para dar a impressão de que seria possível terminar tudo", acrescentou.

    Fábrica que não funciona?

    Tendo em vista as sanções sofridas pelo país asiático, a fonte apontou que a Fábrica de Fertilizantes de Sunchon seria incapaz de produzir fertilizantes fosfatados devido à dificuldade de importação de equipamento e matérias-primas.

    No entanto, o Comitê Central do Partido dos Trabalhadores norte-coreano emitiu uma ordem, segundo a qual a fábrica deve ter "pelo menos duas" linhas de produção em funcionamento até 10 de outubro.

    Sendo assim, a visita do líder norte-coreano, além de poder ter sido uma forma de demonstrar ao mundo que estava vivo, teria como objetivo para chamar a atenção para os frutos da chamada abordagem de "avanço frontal" anunciada pela Kim Jong-un no final do ano passado.

    Mais:

    'Busca deliberada por confronto': Coreia do Norte condena exercícios militares de Seul
    Posto de fronteira da Coreia do Sul é atingido por tiros disparados do Norte
    Pompeo: com ou sem Kim, EUA manterão esforços para desnuclearizar a Coreia do Norte
    Tags:
    rumores, fábrica, cerimônia, inauguração, Coreia do Norte, Kim Jong-un
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar