10:53 27 Maio 2020
Ouvir Rádio
    Ásia e Oceania
    URL curta
    61515
    Nos siga no

    À medida que as tensões comerciais entre EUA e China aumentam, a Índia está intensificando os esforços para atrair mais de mil empresas americanas que agora estão na China.

    De acordo com a Bloomberg, citando autoridades indianas, entre essas empresas encontram-se produtores de equipamento médico, unidades da indústria agroalimentar, empresas têxteis e fabricantes de couro e autopeças.

    As negociações, que começaram em abril e foram estabelecidas através de missões no exterior, envolveram a Medtronic Plc e a farmacêutica Abbott Laboratories, que recentemente desenvolveu testes "rápidos" para o coronavírus.

    Como contrapartida, as autoridades indianas teriam dito às companhias que Nova Deli poderia fornecer mão de obra mais barata, além de considerarem o adiamento da introdução de um imposto sobre as transações digitais, que tinha irritado muitas empresas estrangeiras.

    Acesso mais fácil à Índia

    O governo indiano poderia também considerar pedidos específicos sobre alterações à legislação fiscal e trabalhista, permitindo um acesso mais fácil das companhias americanas à Índia.

    Narendra Modi, primeiro-ministro da Índia, e Xi Jinping, presidente da China, durante encontro informal em Wuhan, na China.
    © AP Photo /
    Narendra Modi, primeiro-ministro da Índia, e Xi Jinping, presidente da China, durante encontro informal em Wuhan, na China.

    Embora o presidente dos EUA, Donald Trump, tenha defendido há muito tempo o regresso das empresas americanas a solo americano, a nova abordagem aparentemente consiste mais em abandonar a China do que em trazer a indústria americana para o seu país.

    A Reuters informou que a Casa Branca não fará objeções às empresas americanas que se mudam para países "mais amigáveis". A Índia foi apontada entre os parceiros com os quais o governo dos EUA está trabalhando para "fazer avançar a economia global".

    Mais:

    Paquistão critica acordo bilionário entre EUA e Índia e vê ação para desestabilizar região
    Trump: EUA querem fornecer os 'melhores e mais temidos equipamentos militares' para a Índia
    Índia vai adquirir armamentos dos EUA no valor de US$ 3 bilhões
    Tags:
    empresas estrangeiras, EUA, China, Índia
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar