07:46 12 Novembro 2019
Ouvir Rádio
    Papa Francisco é visto no Palácio Apostólico no Vaticano, onde, em reunião formal com os cardeais, foi feita a escolha da data exata para um ofício religioso de canonização de novos santos, em 20 de abril de 2017

    Primeiro bispo chinês é consagrado após acordo com Vaticano

    © AP Photo / L´Osservatore Romano
    Ásia e Oceania
    URL curta
    594
    Nos siga no

    Um bispo católico chinês foi consagrado com a aprovação do Papa Francisco. É a primeira ordenação desde que Vaticano e China assinaram um acordo histórico no ano passado sobre a nomeação de bispos.

    O porta-voz do Vaticano, Matteo Bruni, confirmou nesta terça-feira (27) que o monsenhor Antonio Yao Shun recebeu um mandato papal. Ele foi, portanto, legitimamente consagrado bispo de Jining em uma cerimônia na segunda-feira.

    Foi a primeira ordenação desde que Vaticano e Pequim assinaram um acordo em 22 de setembro de 2018 sobre as nomeações de bispos. O Vaticano espera que o acordo acabe com décadas de distanciamento, unifique os católicos da China e traga todos os bispos chineses em plena comunhão com a Santa Sé.

    Os detalhes não foram divulgados, mas o Papa Francisco diz que o acordo envolve um processo de diálogo, incluindo a nomeação de candidatos, mas que ele tem a palavra final.

    Mais:

    À beira do abismo: saída de empresas dos EUA do mercado chinês será suicídio, diz colunista
    Guerra comercial EUA-China derruba bolsas asiáticas
    Trump se arrepende de taxas sobre a China? Sim, elas deveriam ser maiores
    China fará inspeção de regimento da aviação russa
    Pentágono acusa China de 'intimidar e violar' regras no Indo-Pacífico
    Fortificação dos laços e da Rota da Seda? O que promete visita do chanceler do Irã à China
    Tags:
    Igreja Católica, China
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik
    • Comentar