03:03 22 Setembro 2019
Ouvir Rádio
    O deputado Mike Pompeo testemunha perante uma audiência do Senado dos Serviços de Inteligência sobre sua nomeação para chefiar a CIA no Capitólio (arquivo)

    Chanceler norte-coreano chama Pompeo de 'veneno da diplomacia americana'

    © REUTERS / Carlos Barria
    Ásia e Oceania
    URL curta
    5101
    Nos siga no

    Após ameaças de Pompeo, o ministro das Relações Exteriores da Coreia do Norte, Ri Yong-ho, o chamou de "veneno da diplomacia americana" e disse que ele "não tem vergonha nem consciência".

    Os últimos exercícios conjuntos entre as forças militares dos Estados Unidos e da Coreia do Sul elevaram o grau de tensão na península coreana mais uma vez. Em um dos momentos, o secretário de Estado americano Mike Pompeo afirmou que, se a Coreia do Norte não iniciar seu processo de desnuclearização, os EUA irão pressionar o país com duras sanções.

    Tal afirmação gerou um mal-estar em Pyongyang e resultou na declaração do ministro das Relações Exteriores da Coreia do Norte, Ri Yong-ho, informou a KCNA.

    "O monte de declarações insanas que o presidente do grupo de negociação dos EUA faz, durante o diálogo entre nossos países, acaba gerando preocupação", disse Ri Yong-ho.

    A autoridade norte-coreana também disse que "não se pode esperar nada de bom de Pompeo" e que ele "não tem vergonha nem consciência".

    Duas opções

    O chanceler norte-coreano ressaltou que a Coreia do Norte está tanto aberta ao diálogo quanto ao confronto com Washington.

    "Se os EUA tornarem o diálogo impossível e acharem que podem tudo por meio de sanções, nos restam duas opções: ou os deixar delirarem em seu sonho ou fazê-los acordar para a realidade. Estamos prontos tanto para o diálogo quanto para o confronto", acrescentou Ri Yong-ho.

    Tensões

    Além dos exercícios militares, os encontros entre os chefes-de-Estado dos EUA e Coreia do Norte, Donald Trump e Kim Jong-un respectivamente, ainda não solidificaram o caminho para a desnuclearização da península.

    Mais:

    Venezuela inaugura embaixada na Coreia do Norte após 45 anos de relações diplomáticas
    Japão admite que Coreia do Norte já produziu carga nuclear miniaturizada para ogiva de mísseis
    Irã aconselha Coreia do Norte a não confiar nos EUA
    Tags:
    diplomacia, Estados Unidos da Europa, Coreia do Norte, Ri Yong-ho, Mike Pompeo
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik
    • Comentar