03:27 08 Dezembro 2019
Ouvir Rádio
    Policiais durante protestos antigovernamentais em Hong Kong (arquivo)

    Protesto em Hong Kong termina em confronto entre policiais e manifestantes

    © AFP 2019 / Anthony Wallace
    Ásia e Oceania
    URL curta
    422
    Nos siga no

    A polícia de Hong Kong entrou em confronto com manifestantes neste domingo, ao dispersar um protesto de milhares de pessoas exigindo a renúncia do executivo-chefe do território chinês semi-autônomo e uma investigação sobre as denúncias de violência policial, informa a Associated Press.

    A manifestação, realizada no distrito de Sha Tin, se manteve pacífica durante a maior parte do dia, mas os enfrentamentos começaram quando a polícia começou a limpar as ruas após o anoitecer. Alguns manifestantes se refugiaram em um complexo comercial, onde decidiram enfrentar as autoridades com tacos e guarda-chuvas.

    Segundo a AP, vários manifestantes teriam sido detidos, mas os números exatos são desconhecidos. 

    ​Essa manifestação se soma a uma série de protestos que vêm atingindo a ex-colônia britânica neste ano, onde ativistas acusam as autoridades de se preocuparem mais em atender às demandas de Pequim do que da população local.

    De acordo com os organizadores, cerca de 110 mil pessoas teriam participado do ato deste domingo, mas a polícia afirma que o público presente teria sido inferior a 30 mil.

    Mais:

    Hong Kong rejeita acusações dos EUA de ter violado sanções iranianas
    Lei de extradição leva até 1 milhão de manifestantes às ruas de Hong Kong
    China exige que os EUA 'parem de intervir' em assuntos de Hong Kong
    China fica em silêncio sobre protestos contra lei de extradição em Hong Kong
    China critica Reino Unido e EUA por 'interferência grosseira' em protestos de Hong Kong
    Tags:
    Ásia, Associated Press, AP, autonomia, confrontos, ato, protestos, manifestação, Reino Unido, Pequim, China, Hong Kong
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik
    • Comentar