03:40 28 Fevereiro 2020
Ouvir Rádio
    Ásia e Oceania
    URL curta
    120
    Nos siga no

    O desaparecimento do avião da Malaysia Airlines que fazia o voo MH370 em março de 2014 continua sendo um mistério e motivo de diversos debates e teorias sobre as supostas causas do acidente.

    Atualmente, uma das potenciais pistas é uma "mancha de óleo" avistada ao longo da costa vietnamita, conforme indica o tabloide Express.

    De acordo com o diretor da Administração da Aviação Civil do Vietnã, Lai Xuan Thanh, uma aeronave AN26 da Marinha vietnamita avistou uma mancha de óleo a aproximadamente 20 quilômetros da área de buscas , que poderia estar relacionada com com o avião Boeing.

    "Comunicamos essa informação para Singapura e Malásia e continuamos as buscas", afirmou o diretor.

    A agência de notícias AP relatou que as manchas poderiam ser originadas por um possível vazamento de combustível de uma aeronave acidentada. No entanto, o chefe da Guarda Costeira da Malásia, o almirante Datuk Nasir Adam, afirmou que as manchas de óleo não tinham relação com a aeronave.

    "O resultado da análise é negativo, as amostras não são do MH370", afirmou o oficial, depois de analisar as amostras de óleo coletadas no local.

    Por sua vez, o diretor comercial da Malaysia Airlines, Hugh Dunleavy, disse ao Channel 5 que a companhia recebeu diversas chamadas sobre avistamentos, mas que muitas dessas informações eram pistas falsas.

    "Isso é angustiante para nós, pois isso está desviando a atenção de onde as buscas deveriam realmente estar", afirma Hugh Dunleavy.O voo MH370 da Malaysia Airlines seguia de Kuala Lumpur para Pequim quando desapareceu no dia 8 de março de 2014. A bordo do Boeing 777 estavam 227 passageiros e 12 tripulantes.

    Investigação do desaparecimento do MH370

    A investigação oficial, que durou diversos anos após o desaparecimento da aeronave, não conseguiu chegar a nenhuma conclusão sobre a razão de o avião condenado ter mudado sua rota.

    Suposto Boeing MH370 malaio desaparecido no Google Maps
    © Foto / Google Maps
    Suposto Boeing MH370 malaio desaparecido no Google Maps

    Além disso, os destroços da aeronave ainda não foram oficialmente encontrados, e vários entusiastas continuando apresentando diferentes teorias, em uma tentativa de localizar onde o avião possa ter caído ou pousado.

    Uma das teorias apresentadas é que o piloto do MH370 supostamente estaria deprimido e teria matado os passageiros ao cortar o suprimento de oxigênio.

    Em relatório publicado em julho de 2018, o governo da Malásia afirma que os comandos da aeronave teriam sido controlados intencionalmente para desviar a aeronave de sua rota, contudo, afirma que o piloto estava mentalmente estável, bem como o copiloto, concluindo que as razões exatas do acidente não podem ser determinadas enquanto o avião não for encontrado, descartando a hipótese de que a aeronave tivesse sido derrubada intencionalmente pelos pilotos.

    Mais:

    Investigador sobre MH370: avião chamariz foi usado durante 'desaparecimento forjado'
    Missão suicida? Piloto do voo MH370 teria pretensamente simulado trajeto aéreo em casa
    'Fumaça horrível e incapacitante': piloto sugere que incêndio poderia ter condenado voo MH370
    Tags:
    Boeing 777, Boeing, mistério, buscas, desaparecimento, avião, acidente aéreo
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar