12:36 06 Dezembro 2019
Ouvir Rádio
    Oficial durante busca pelo avião do voo MH370, da companhia aérea Malaysia Airlines, no sul do oceano Índico, 22 de março de 2014 (imagem de arquivo)

    'Mancha de óleo' poderia indicar suposto local da queda do MH370

    © AP Photo / Rob Griffith
    Ásia e Oceania
    URL curta
    120
    Nos siga no

    O desaparecimento do avião da Malaysia Airlines que fazia o voo MH370 em março de 2014 continua sendo um mistério e motivo de diversos debates e teorias sobre as supostas causas do acidente.

    Atualmente, uma das potenciais pistas é uma "mancha de óleo" avistada ao longo da costa vietnamita, conforme indica o tabloide Express.

    De acordo com o diretor da Administração da Aviação Civil do Vietnã, Lai Xuan Thanh, uma aeronave AN26 da Marinha vietnamita avistou uma mancha de óleo a aproximadamente 20 quilômetros da área de buscas , que poderia estar relacionada com com o avião Boeing.

    "Comunicamos essa informação para Singapura e Malásia e continuamos as buscas", afirmou o diretor.

    A agência de notícias AP relatou que as manchas poderiam ser originadas por um possível vazamento de combustível de uma aeronave acidentada. No entanto, o chefe da Guarda Costeira da Malásia, o almirante Datuk Nasir Adam, afirmou que as manchas de óleo não tinham relação com a aeronave.

    "O resultado da análise é negativo, as amostras não são do MH370", afirmou o oficial, depois de analisar as amostras de óleo coletadas no local.

    Por sua vez, o diretor comercial da Malaysia Airlines, Hugh Dunleavy, disse ao Channel 5 que a companhia recebeu diversas chamadas sobre avistamentos, mas que muitas dessas informações eram pistas falsas.

    "Isso é angustiante para nós, pois isso está desviando a atenção de onde as buscas deveriam realmente estar", afirma Hugh Dunleavy.O voo MH370 da Malaysia Airlines seguia de Kuala Lumpur para Pequim quando desapareceu no dia 8 de março de 2014. A bordo do Boeing 777 estavam 227 passageiros e 12 tripulantes.

    Investigação do desaparecimento do MH370

    A investigação oficial, que durou diversos anos após o desaparecimento da aeronave, não conseguiu chegar a nenhuma conclusão sobre a razão de o avião condenado ter mudado sua rota.

    Suposto Boeing MH370 malaio desaparecido no Google Maps
    © Foto / Google Maps
    Suposto Boeing MH370 malaio desaparecido no Google Maps

    Além disso, os destroços da aeronave ainda não foram oficialmente encontrados, e vários entusiastas continuando apresentando diferentes teorias, em uma tentativa de localizar onde o avião possa ter caído ou pousado.

    Uma das teorias apresentadas é que o piloto do MH370 supostamente estaria deprimido e teria matado os passageiros ao cortar o suprimento de oxigênio.

    Em relatório publicado em julho de 2018, o governo da Malásia afirma que os comandos da aeronave teriam sido controlados intencionalmente para desviar a aeronave de sua rota, contudo, afirma que o piloto estava mentalmente estável, bem como o copiloto, concluindo que as razões exatas do acidente não podem ser determinadas enquanto o avião não for encontrado, descartando a hipótese de que a aeronave tivesse sido derrubada intencionalmente pelos pilotos.

    Mais:

    Investigador sobre MH370: avião chamariz foi usado durante 'desaparecimento forjado'
    Missão suicida? Piloto do voo MH370 teria pretensamente simulado trajeto aéreo em casa
    'Fumaça horrível e incapacitante': piloto sugere que incêndio poderia ter condenado voo MH370
    Tags:
    Boeing 777, Boeing, mistério, buscas, desaparecimento, avião, acidente aéreo
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik
    • Comentar