20:04 17 Setembro 2019
Ouvir Rádio
    O presidente dos EUA, Donald Trump, conversa com o presidente chinês, Xi Jinping, durante uma cerimônia de boas-vindas no Grande Salão do Povo em Pequim.

    Retaliação bilionária da China sobre os EUA começa a surtir efeito

    © AP Photo / Andy Wong, File
    Ásia e Oceania
    URL curta
    24531
    Nos siga no

    As tarifas chinesas totalizando US$ 60 bilhões sobre as importações dos EUA passaram a valer à meia-noite de Pequim, às 13h desta sexta-feira (31) no horário de Brasília.

    Tarifas de 25% foram impostas sobre 2.493 produtos. Além disso, 1.078 somam tarifas de 20%. Outros 1.569 itens restantes estão sujeitos a impostos de 10% ou 5%.

    A medida foi anunciada no início deste mês em retaliação à decisão dos EUA de elevar tarifas de importação sobre produtos chineses em US$ 200 bilhões, um aumento sobre a tarifa anterior de 10% para 25%.

    As duas maiores economias do mundo começaram a negociar tarifas em 2018, depois que o presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, disse que queria equilibrar as trocas comerciais entre os países. A medida irritou Pequim, que disse não ter medo de uma guerra comercial.

    Mais:

    Guerra comercial: China diz não ter medo do 'puro terrorismo econômico' dos EUA
    Mídia revela como caça americano F-35 pode tornar-se vítima da guerra comercial entre China e EUA
    EUA estão 'brincando com o fogo' na questão de Taiwan, avisa China
    Esquadrão de caças da Força Aérea Indiana pode vir a ser instalado perto da China
    Tags:
    guerra comercial, Donald Trump, Pequim, Estados Unidos, China
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik
    • Comentar