17:56 13 Novembro 2019
Ouvir Rádio
    Líder norte-coreano, Kim Jong-un, e o presidente dos EUA, Donald Trump

    Especialista avalia prontidão de Trump e Kim Jong-un para se encontrarem

    © AP Photo / Susan Walsh
    Ásia e Oceania
    URL curta
    110
    Nos siga no

    O diretor-geral do Centro de Informação Política, Aleksei Mukhin, comentou à RT a declaração do líder norte-coreano Kim Jong-un sobre a sua disposição de se encontrar com o presidente Donald Trump "em qualquer momento".

    "É óbvio o que Kim Jong-un quer: ele precisa retirar seu país do isolamento e aproveitar as vantagens que a Coreia do Norte tem perante outros países, particularmente, uma população consolidada, pronta para tornar o seu país grande, por muito estranho que isso soe", disse Mukhin.

    O especialista lembrou que o presidente norte-americano Donald Trump também falou de seu desejo de se encontrar com o líder norte-coreano.

    "Trump quer um meganegócio. Ele vê que os presidentes anteriores dos EUA, dito de forma suave, não levaram em conta as peculiaridades da mentalidade nacional da Coreia do Norte e perderam. Em qualquer caso, eles não conseguiram mudar o regime. Por isso ele quer fingir que a América alcançou o seu objetivo, ou seja, alterou a situação radicalmente por sua própria iniciativa", assinalou Mukhin.

    Segundo o analista, "outros países ajudarão a Coreia do Norte e os EUA, já que o seu conflito tem caráter de prelúdio anterior a um conflito nuclear".

    Anteriormente, Trump declarou que estava esperando um encontro com Kim Jong-un, que afirmou em sua mensagem televisiva de Ano Novo da sua prontidão para se encontrar com o presidente norte-americano "em qualquer momento".

    Mais:

    Em mensagem de Ano Novo, Kim Jong-un confirma disposição para desnuclearização
    China apoia continuação do diálogo entre EUA e Coreia do Norte
    Coreia do Norte mantém contatos secretos com EUA?
    Trump destaca progresso na desnuclearização da Coreia do Norte
    Coreia do Norte testa sistemas telemétricos para mísseis balísticos, diz mídia
    Tags:
    regime, prontidão, encontro, Donald Trump, Kim Jong-un, Coreia do Norte, EUA
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik
    • Comentar