14:38 26 Maio 2018
Ouvir Rádio
    Presidente dos EUA Donald Trump saúda seu homólogo chinês Xi Jinping em Mar-a-Lago, no estado da Flórida, em 6 de abril 2017

    Em 6 meses poderá explodir 'guerra comercial' entre EUA e China, avisa especialista

    © REUTERS / Carlos Barria
    Ásia e Oceania
    URL curta
    241

    Que rumo tomarão as relações entre as duas economias mundiais – EUA e China – no âmbito do aumento das tensões na península coreana? O ex-funcionário do Pentágono descreve os possíveis cenários.

    Graham Allison, que serviu de assessor especial do Secretário de Defesa dos EUA durante a posse do presidente Ronald Reagan, crê que EUA podem aumentar sua pressão contra China para conter Coreia do Norte.

    O ex-funcionário supõe que Washington implementará medidas comerciais unilaterais contra Pequim "no início do próximo ano".

    Ao mesmo tempo, ele destaca que "o governo chinês já anunciou que fará represálias, se a Administração de Trump adotar estas iniciativas unilaterais", comentou Allison ao The South China Morning Post.

    "Assim, em seis meses poderíamos encontrar-nos em uma guerra comercial, que seria muito prejudicial para ambos os países", advertiu o político estadunidense.

    Graham Allison também estava no cargo de subsecretário de Defesa sob a primeira Administração do então presidente norte-americano, Bill Clinton. Ele também foi diretor do Centro Belfer de Ciência e Assuntos Internacionais da Universidade de Harvard (EUA).

    Em seu último livro "Destinados à guerra: será que os EUA e a China poderão escapar da armadilha de Tucídides?", Allison avisa que existe certa possibilidade de uma guerra comercial entre Washington e Pequim, e revela que passos devem ser dados por ambos os países para evitar a catástrofe.

    Mais:

    EUA vs China: qual país produz mais supercomputadores?
    China tira mais um 'trunfo' aos EUA criando catapultas eletromagnéticas para porta-aviões
    'O negócio da China é negócio. O negócio dos EUA é a guerra'
    'Não é do interesse da China': EUA advertem Pequim sobre voos militares perto de Guam
    China se dirige aos EUA: fiquem longe das conversas sobre mar do Sul da China
    Tags:
    guerra comercial, medidas unilaterais, economia mundial, represália, resposta, Pentágono, Donald Trump, Bill Clinton, Ronald Reagan, Coreia, China, EUA
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik