13:07 14 Dezembro 2017
Ouvir Rádio
    Bombardeiro H-6K patrulha o mar do Sul da China

    Bombardeiros ​​chineses sobrevoam o disputado mar do Sul da China

    © AP Photo/ Xinhua
    Ásia e Oceania
    URL curta
    5131

    Bombardeiros H-6K da Força Aérea chinesa conduziram outro voo sobre o disputado mar do Sul da China na quinta-feira de acordo com informações oficiais.

    Os voos são "rotina" e parte das "patrulhas aéreas de combate", disse um porta-voz do Ministério da Defesa chinês à Xinhua. Os bombardeiros H-6K partiram de um porto no norte da China, observou o porta-voz Shen Jinke. O representante não divulgou quantas aeronaves estavam envolvidas no exercício.

    Jinke disse à China Central Television que a missão demonstrou que a Força Aérea tem a capacidade de violar a "Cadeia da Primeira Ilha", uma linha que vai do Japão a Taiwan, que Pequim afirma ter sido usada para conter a China desde a Guerra Fria.

    A operação de um dia ocorre depois que o presidente chinês, Xi Jinping, "ordenou que [o Exército chinês] estivesse pronto para o combate", disse Li Jie, acrescentando: "A patrulha aérea também teve como objetivo mostrar que a Força Aérea está pronta para se juntar à Marinha no alto mar para todos os tipos de missões".

    Durante o fim de semana, os bombardeiros H-6K foram acompanhados por aeronaves de inteligência eletrônica Tu-154MD durante uma missão perto do Estreito de Miyako, fazendo com que o Japão enviasse aviões de combate. A missão marcou a primeira vez que os aviões da Força Aérea voaram próximo a Taiwan desde o final do 19º Congresso Nacional do Partido Comunista da China no final de outubro.

    A força aérea chinesa planeja fazer "aviões que circundarem a ilha de Taiwan", uma parte "rotineira" do regimento de treinamento militar, de acordo com oficiais militares chineses.

    Desde que o Congresso Nacional chegou ao fim, a Força Aérea "aprimorou sua capacidade de ganhar uma guerra potencial", disse Shen. Pequim há muito vê a ilha autônoma de Taiwan como um território chinês transgressor.

    Tags:
    Tu-154MD, H-6K, Congresso Nacional do Partido Comunista da China, Força Aérea da China, Exército da Libertação do Povo da China, Li Jie, Shen Jinke, Xi Jinping, Estreito de Miyako, Mar da China Meridional, Pequim, Taiwan, Japão
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik