23:07 22 Julho 2018
Ouvir Rádio
    Kim Jong-un observa o lançamento de míssel intercontinental balístico realizado em 4 de julho de 2017

    Inteligência dos EUA: líder da Coreia do Norte é 'um tipo incomum' mas não é louco

    © REUTERS / KCNA
    Ásia e Oceania
    URL curta
    250

    Apesar do líder da Coreia do Norte, Kim Jong-un, ter demonstrado comportamento preocupante, ele toma decisões racionais para assegurar a sobrevivência do seu regime, disse o diretor de Inteligência Nacional dos Estados Unidos, Daniel Coats, nesta sexta-feira em um fórum de segurança.

    "Ele demonstrou comportamento público que suscitou dúvidas sobre quem ele era, o seu modo de pensar e o seu comportamento", disse Coats. "Realizamos uma avaliação e, bem, ele é um tipo de pessoa bastante incomum, mas ele não é louco. Existem algumas justificativas que respaldam as suas ações, ele age pela sobrevivência". 

    Coats acrescentou que o líder norte-coreano toma decisões pensando na sobrevivência do seu regime e do seu país. Além disso, o presidente norte-coreano estaria bem consciente das capacidades dissuasivas, conferidas pela posse de armas nucleares.

    No dia 4 de julho, Pyongyang anunciou ter lançado com sucesso o seu primeiro míssil balístico intercontinental.

    Mais:

    Foreign Policy: Ocidente adora pensar que líder norte-coreano é louco e assassino
    Kim Jong-un está aterrorizado com a possibilidade de ser assassinado pelos EUA
    Xamãs peruanos realizam ritual para 'apaziguar' Trump e Kim Jong-un (VÍDEO)
    Kim Jong-un participa de congresso das crianças
    Tags:
    Inteligência Nacional dos EUA, Dan Coats, Kim Jong-un, Coreia do Norte
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik