06:47 20 Agosto 2017
Ouvir Rádio
    Militares norte-coreanos são vistos dentro de um veículo militar durante os festejos para comemorar os 105 anos de nascimento de Kim Jong-il

    Sexto teste nuclear norte-coreano: devemos esperar a guerra?

    © Sputnik/ Ilia Pitalev
    Ásia e Oceania
    URL curta
    5411893456

    Da Coreia do Norte tudo se pode esperar. A agência Sputnik tenta predizer como poderá evoluir a situação no país mais imprevisível e fechado do mundo.

    Hoje, dia 24 de abril, um dia antes do 85° aniversário da criação do Exército Popular da Coreia, tiveram lugar conversas telefónicas entre Donald Trump e seus homólogos da China e do Japão.

    É evidente que "os apelos ao comedimento" significam que todos os países esperam novos testes nucleares ou de mísseis da Coreia do Norte. É bastante provável que agora sejam realizadas explosões subterrâneas.

    O primeiro indício de preparação para um sexto teste surgiu em meados de março, quando embaixadores norte-coreanos realizaram em vários países conferências de imprensa dedicadas à "injustiça das restrições em relação ao país e ao desenvolvimento de suas próprias forças de dissuasão nuclear no fundo de constantes ameaças por parte dos EUA e de outras forças hostis".

    Em seguida surgiram relatos sobre o aumento da atividade em Phungeri, um campo de treinamento nuclear norte-coreano. E agora, depois de um curto período de acalmia no campo de treinamento, as hipóteses de haver um novo teste parecem ser muito altas.

    Entretanto, devemos mencionar que a Coreia do Norte já frustrou muitas vezes as expectativas dos observadores e, apesar de todas as previsões, realizou testes em momentos inesperados.

    A única coisa que sabemos com certeza é que a Coreia do Norte não vai abdicar de realizar suas provas nucleares sem que haja concessões da parte dos outros países envolvidos no conflito. Por isso, a probabilidade de uma nova guerra, lamentavelmente, continua pairando sobre a região.

    Mais:

    Coreia do Sul desenvolve novo equipamento para conter artilharia norte-coreana
    Austrália responde às ameaças da Coreia do Norte
    Cidadão norte-americano é detido na Coreia do Norte
    Tags:
    mísseis, teste nuclear, Donald Trump, Phungeri, Japão, China, EUA, Coreia do Norte
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik