12:02 22 Novembro 2019
Ouvir Rádio
    Transmissão da notícia sobre morte de Kim Jong-nam, irmão do líder norte-coreano Kim Jong-un

    Quem matou o irmão do líder norte-coreano Kim Jong-un?

    © AFP 2019 / Jung Yeon-Je
    Ásia e Oceania
    URL curta
    1379
    Nos siga no

    Na terça-feira (14), a polícia da Malásia confirmou que o cidadão morto na Coreia do Norte é Kim Jong-nam, irmão do líder norte-coreano Kim Jong-un.

    As informações são da agência Reuters.

    Antes, o canal sul-coreano TV Chosun, citando fontes anônimas no governo, comunicou que Kim Jong-nam foi morto em um dos aeroportos da Malásia. Segundo os jornalistas, o crime foi cometido por duas mulheres que conseguiram fugir. Por seu turno, a polícia suspeita que elas possam ser "agentes" da Coreia do Norte, informa o canal.

    Kim Jong-nam, que é o irmão mais velho do líder norte-coreano, saiu do país há muito tempo e vivia em Macau se dedicando aos negócios.

    Ao comentar a morte de Kim Jong-nam, o chefe do Departamento dos Estudos Estratégicos do Instituto Sejong, Seong-chang Cheong, opinou à Sputnik Coreia que Kim Jong-un poderia ter mandado assassinar Kim Jong-nam depois de saber da tentativa da sua fuga há cinco anos.

    Segundo o especialista, "o assassinato de Kim Jong-nam não podia ocorrer sem autorização ou consentimento de Kim Jong-un e, provavelmente, este ordenou matar o irmão depois de saber da sua tentativa de fuga [para o Sul]".

    Na opinião de Cheong, o assassinato de Kim Jong-nam poderá estar ligado à recente publicação no jornal sul-coreano Chugan Khan, segundo a qual Kim Jong-nam tentou fugir ainda em 2012, o que poderia ter provocado a ira de Kim Jong-un.

    "O assassinato de Kim Jong-nam, a meu ver, está diretamente ligado ao trabalho da Agência de Inteligência da Coreia do Norte, pois é essa entidade que tinha a tarefa de vigiar Kim Jong-nam e é essa a entidade responsável pela eliminação de figuras-chave", destaca Cheong.

    Mais:

    Conselho de Segurança da ONU promete 'medidas significativas' contra Coreia do Norte
    Rússia apela a não ter pressa na introdução de sanções contra a Coreia do Norte
    Tags:
    fuga, aeroportos, polícia, assassinato, morte, Reuters, Kim Jong-un, Malásia, Coreia do Sul, Coreia do Norte
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik
    • Comentar