01:26 16 Julho 2018
Ouvir Rádio
    Park Geun-hye durante um discurso na Casa Azul, residência oficial de presidentes da Coreia do Sul

    Presidente da Coreia do Sul afirmou estar disposta a se destituir

    © AP Photo / Ed Jones
    Ásia e Oceania
    URL curta
    303

    Presidente da Coreia do Sul, Park Geun-hye, afirmou estar disposta a se destituir se o Parlamento conseguir elaborar um plano de transição.

    Presidente da Coreia do Sul, Park Geun-hye, comunicou que se destituirá logo que o Parlamento sul-coreano elabore um plano de transição segura do poder, diz a agência Associated Press.

    "Eu entrego a decisão sobre meu destino, inclusive no que se trata da redução do meu mandato, às mãos da Assembleia Nacional. Se tanto o partido no poder, como os partidos de oposição discutirem e chegarem a um plano que diminua o alvoroço nos negócios do Estado e garanta uma transição segura do poder, eu deixarei o cargo presidencial de acordo com este plano e os procedimentos estabelecidos pela lei", manifestou Park Geun-hye na terça-feira (29).

    Sul-coreanos seguram velas durante uma manifestação contra a presidente Park Geun-hye em uma das avenidas principais de Seul, Coreia do Sul, 26 de novembro de 2016
    © REUTERS / Jeon Heon-kyun/Pool TPX IMAGES OF THE DAY
    O escândalo político em redor da presidente sul-coreana se estourou após Park Geun-hye ter se desculpado publicamente por o chamado "vazamento" de dezenas de textos dos discursos presidenciais, mesmo antes de eles serem pronunciados, para sua amiga chegada, Choi Soon-sil.

    Além disso, também houve especulações que Choi Soon-sil alegadamente teria se apropriado de 70 milhões de dólares, ou seja, de uma parte da fortuna de grandes empresas sul-coreanas, visando comprar bens imóveis e pagar a educação da sua filha em uma das universidades mais conceituadas da Coreia do Sul.

    Segundo comunica a agência Yonhap, a principal força de oposição no pais, o Partido Democrata, rechaçou a proposta de Park Geun-hye de se destituir no âmbito de um plano concebido pelo parlamento, chamando-o de uma tentativa de escapar ao impeachment.

    O partido adiantou que continuará realizar seu plano de impeachment da presidente.

    Mais:

    Coreia do Sul quer abater drones inimigos com arma eletromagnética
    Governo da Coreia do Sul explica pílulas de Viagra encontradas no gabinete presidencial
    Pela primeira vez na história, presidente da Coreia do Sul pode ser interrogada
    Tags:
    destituição, transição, parlamento, vazamento, Choi Soon-sil, Park Geun-hye, Coreia do Sul
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik