15:25 16 Junho 2021
Ouvir Rádio
    Ásia e Oceania
    URL curta
    617
    Nos siga no

    Os EUA continuarão promovendo a instalação do escudo antimíssil THAAD na Coreia do Sul, caso a Coreia do Norte persista com ameaças, disse Tony Blinken, vice-secretário de Estado, sexta-feira (28).

    "A cada dia que passa, ameaças da Coreia do Norte se tornam mais e mais acentuadas para a Coreia do Sul, Japão, países da região e para os EUA. E está se aproximando o dia em que ela poderá realmente posicionar uma arma nuclear e um míssil balístico intercontinental que podem atingir os EUA. Isso não é aceitável para nós”, disse Blinken durante palestra na Universidade Nacional de Seoul, citado pela agência de notícias Yonhap.

    O vice-secretário de Estado norte-americano adicionou que os EUA continuam reforçando para a China e outros países a necessidade de tomada de medidas defensivas que buscam a proteção dos aliados, parceiros e de si próprio.

    Em julho, a Coreia do Sul e os Estados Unidos concordaram em instalar o sistema antimíssil no condado Seongju devido às crescentes tensões regionais estimuladas pela realização de testes de mísseis balísticos da Coreia do Norte e de dois testes nucleares realizados no ano passado. 

    China e a Rússia se opuseram à instalação do escudo antimíssil THAAD, argumentando que o sistema poderia afetar os interesses chineses e russos na região.

    Mais:

    Washington e Seul ampliam doutrina de dissuasão contra Pyongyang
    Rússia alerta que instalação do THAAD dificulta solução do conflito coreano
    Tags:
    THAAD, Antony Blinken, Coreia do Norte, Coreia do Sul, EUA
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar