14:25 21 Outubro 2019
Ouvir Rádio
    Soldados da Academia Militar de Taiwan durante desfile

    General chinês pretende solucionar questão de Taiwan por meio da força

    © AFP 2019 / SAM YEH
    Ásia e Oceania
    URL curta
    59254
    Nos siga no

    O general aposentado do Exército de Libertação Popular da China pediu ao exército chinês para solucionar a questão da unificação de Taiwan e da China continental por meio da força.

    Wang Hongguang, ex-vice-comandante do Distrito Militar de Nanquim, informou ao site Global Times que é necessário planejar uma operação militar e preparar a Marinha e aviação chinesas.

    Em entrevista à Sputnik China, o especialista russo em questões da China contemporânea, Andrei Karneev, comenta a declaração do general chinês.

    Segundo ele, "Wang Hongguang incentivou a prática de várias alternativas de bloqueio do Estreito de Taiwan, bem como o preparo de submarinos e aviação para poderem agir em situações de emergência". Mas do ponto de vista de Karneev, atualmente, "não existe razão de caráter militar que obrigue o reforço das preparativas que visam tomar Taiwan à força".

    "Apesar do esfriamento dos laços entre Pequim e Taipé, após as eleições presidenciais em Taiwan, a situação no Estreito de Taiwan continua tranquila e estável", destaca Karneev, frisando que a opinião do general chinês não necessariamente coincide com a posição oficial da China sobre o assunto.

    Na opinião do especialista russo, "essa publicação reflete descontentamento geral de Pequim relacionado às alegações da presidente de Taiwan, Cai Yingwen, eleita em janeiro deste ano". Segundo analistas, a retórica hostil de Pequim pretende pressionar o governo de Cai Yingwen, reforçando a existência da linha vermelha – que não pode ser atravessada.

    "Cai Yingwen não está dando passos rumo ao anúncio da independência de Taiwan. Isso e somente isso pode levar o governo chinês a recorrer à força", acredita Karneev.

    Segundo ele, o partido chinês Guomindang está tentando aproveitar o esfriamento das relações entre o atual governo de Taiwan e Pequim para fortalecer suas posições políticas.

    "Caso alcance relações bem-sucedidas com o continente, Guomindang reafirmará sua reputação partidária, capaz de construir relações com a China continental melhores do que as restantes forças políticas em Taiwan", ressalta o especialista russo.

    "Pequim está pronto para realizar tais contatos. Em 24 de outubro, a Chancelaria chinesa para questões de Taiwan informou sobre a próxima visita de uma delegação de alto nível do partido Guomindang, que está programada para o final de outubro ou início de novembro e que será chefiada pelo presidente do partido, Hong Xiongzhu", conclui.

    Mais:

    Erro muito ariscado: Navio de Taiwan lança míssil em direção à China
    Xi Jinping: China não aceitará tentativas de independência de Taiwan
    Tags:
    retórica, força, general, operação militar, Global Times, Nanquim, Pequim, Taipé, Taiwan, China
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik
    • Comentar