22:53 22 Outubro 2021
Ouvir Rádio
    Américas
    URL curta
    633
    Nos siga no

    Lloyd Austin, secretário de Defesa dos EUA, disse que milhões de pessoas relacionadas com as Forças Armadas do país poderão não ser pagas se houver "demora ou perturbação" no processo de financiamento.

    O Departamento de Defesa norte-americano não poderá pagar às tropas e a milhões de outras pessoas se os EUA não financiarem estes gastos, advertiu na quarta-feira (6) Lloyd Austin, secretário de Defesa do país.

    "Se os EUA ficarem inadimplentes, isso ameaçará a força econômica na qual se sustenta nossa segurança nacional", escreveu Austin em uma declaração publicada pelo Departamento de Defesa dos EUA.

    "Isso também afetará seriamente os militares e seus familiares porque, como secretário, eu não teria autoridade ou capacidade de assegurar que eles, os servidores civis e os contratados, seriam pagos integralmente ou a tempo", referiu, mencionando que entre esses estão 2,4 milhões de aposentados, 400.000 famílias Gold Star (familiares de militares que morreram em serviço) e milhares de contratados federais que cumprem seus compromissos.

    Assim, o alto responsável norte-americano instou que "como nação, nos unamos para garantir o cumprimento de nossas obrigações para com eles, sem demora ou interrupção".

    Em julho, o governo dos EUA atingiu o limite permitido para a contração de dívida, levando a tentativas por parte de congressistas democratas de aumentar o teto da dívida, mas com a oposição dos representantes republicanos, que se opõem à agenda econômica do presidente Joe Biden. O fecho do governo foi evitado por muito pouco, com um acordo de financiamento provisório até dezembro assinado no final de setembro, escreve na quarta-feira (6) o portal Military Times.

    Mais:

    Câmara dos Representantes dos EUA aprova apoio de US$ 1 bi para Cúpula de Ferro de Israel
    Teto da dívida: secretária do Tesouro dos EUA avisa que governo pode ficar falido já em outubro
    Tesouro dos EUA pode ficar sem dinheiro caso não eleve limites da dívida pública
    Tags:
    EUA, Pentágono, Departamento de Defesa dos EUA, Departamento de Defesa dos Estados Unidos, Joe Biden, Republicanos, Democratas, Military Times
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar