21:05 23 Outubro 2021
Ouvir Rádio
    Economia
    URL curta
    2242
    Nos siga no

    A secretária do Departamento do Tesouro dos EUA advertiu que se o limite da dívida não for aumentado ou suspenso, o saldo da entidade cairá para um nível insuficiente e o governo federal não será capaz de pagar suas contas.

    A secretária do Departamento de Tesouro norte-americano Janet Yellen alertou que a recusa do Congresso de aumentar o limite da dívida "enterrará" os Estados Unidos em uma crise financeira, de acordo com seu artigo escrito no Wall Street Journal.

    "Os EUA sempre pagaram suas contas em tempo, mas o consenso esmagador entre os economistas e os funcionários do Tesouro de ambos os partidos é de que falhar o aumento do limite da dívida produzirá uma catástrofe econômica generalizada", segundo Yellen.

    Yellen destacou que milhões de norte-americanos poderiam ficar sem dinheiro em poucos dias, e os EUA não cumpririam suas obrigações, deixando os idosos, tropas e milhões de famílias, entre outros, sem remuneração.

    A secretária do Tesouro sublinhou que não existe "uma razão válida para tal resultado, e certamente não uma responsabilidade fiscal".

    O teto da dívida atual foi reposto em 1º de agosto, quando a dívida dos EUA era de US$ 28,4 trilhões (R$ 151 trilhões), o que ultrapassa em muito os 100% do PIB do país. O limite de dívida foi suspenso como resposta à crise causada pela pandemia da COVID-19.

    Mais:

    China bloqueia sites financeiros, dificultando acesso a dados sobre a economia do país, diz mídia
    Se bitcoin for verdadeiramente bem-sucedido, reguladores vão 'matá-lo', considera magnata
    AUKUS vs. China: é possível caminhar para conflito convencional em até 10 anos, opina analista
    Gigantes tecnológicas lucram com guerras vendendo dados privados ao governo dos EUA, diz relatório
    Tags:
    EUA, Departamento do Tesouro, dívida, dinheiro, economia, crise, catástrofe
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar