21:07 23 Outubro 2021
Ouvir Rádio
    Américas
    URL curta
    855
    Nos siga no

    A fronteira EUA-México viu recentemente um aumento repentino de migrantes, desta vez do Haiti, com cerca de 16.000 pessoas solicitando asilo e entrando ilegalmente nos EUA nos últimos dias.

    O presidente dos EUA, Joe Biden, afirmou nesta sexta-feira (24) que assume a responsabilidade pela situação com o fluxo de migrantes do Haiti na fronteira sul dos EUA.

    "Claro, eu assumo a responsabilidade. Sou presidente", afirmou Biden a repórteres na Casa Branca quando solicitado a comentar sobre o "caos que está se desenrolando" na fronteira com o México.

    O presidente norte-americano também disse que era "horrível" ver migrantes haitianos na fronteira perseguidos e detidos por oficiais de patrulha a cavalo e prometeu que tais ações seriam punidas.

    Patrulha de Fronteira dos EUA controla as margens do Rio Grande, que é a fronteira entre a cidade mexicana de Acuña e a norte-americana Del Rio, enquanto migrantes pretendem cruzar o rio, 20 de setembro de 2021
    © REUTERS / Daniel Becerril
    Patrulha de Fronteira dos EUA controla as margens do Rio Grande, que é a fronteira entre a cidade mexicana de Acuña e a norte-americana Del Rio, enquanto migrantes pretendem cruzar o rio, 20 de setembro de 2021
    Biden descreveu as ações dos policiais como "um constrangimento" e enviam a mensagem errada ao redor do mundo e em casa. "Simplesmente não é quem somos", resumiu.

    Na quinta-feira (23), o enviado especial dos EUA para o Haiti, Daniel Foote, anunciou sua renúncia, dizendo que "não será associado à decisão desumana e contraproducente dos EUA de deportar milhares de refugiados haitianos e imigrantes ilegais para o Haiti".

    Nesta sexta-feira (24), a agência Reuters informou que a Organização Internacional para a Migração (OIM) pediu formalmente ao Brasil para que receba alguns haitianos acampados ao longo da fronteira entre EUA e México.

    Mais:

    UE prepara resposta para 'impedir migração descontrolada do Afeganistão', diz mídia
    Janela de oportunidade demográfica é curta, na próxima década seremos um país idoso, alerta analista
    Por insinuar risco terrorista de afegãos, Twitter suspende conta de André Ventura, mas não do Talibã
    Amostras de DNA encontradas no Japão podem rescrever história antiga do país
    Tags:
    EUA, Joe Biden, migração, migrantes, México, Haiti, haitianos, Brasil
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar