03:07 18 Outubro 2021
Ouvir Rádio
    Américas
    URL curta
    0 111
    Nos siga no

    Na semana passada, um terremoto de magnitude 6,0 atingiu a Argentina, a cerca 188 quilômetros a noroeste de Salta. Não houve relatos de danos ou vítimas.

    Um terremoto de magnitude 6,3 atingiu a região de Bío-Bío, a noroeste da província de Arauco, no Chile, informou nesta terça-feira (21) o Centro Sismológico Euro‑Mediterrânico (EMSC, na sigla em inglês). A informação foi confirmada pelo Centro Sismológico Nacional da Universidade do Chile. Não há relatos de danos ou vítimas.

    ​Relatório preliminar de terremoto no sul do Chile

    De acordo com a conta oficial no Twitter do Gabinete Nacional de Emergências do Ministério do Interior e Segurança Pública (ONEMI, na sigla em espanhol) do Chile, as características do terremoto "não atendem às condições necessárias para gerar um tsunami na costa do Chile".

    SHOA [Serviço Hidrográfico e Oceanográfico da Armada do Chile​] indica que as características do terremoto NÃO atendem às condições necessárias para gerar um tsunami na costa do Chile.

    Minutos após o primeiro sismo, o Centro Sismológico Nacional registrou outro terremoto, de magnitude 6,6, localizado 159 quilômetros a noroeste de Lebú, na zona central do Chile.

    Em 13 de setembro, o EMSC registrou um forte terremoto na Argentina. Um tremor de magnitude 6,0 atingiu a área próxima de Salta. O epicentro do terremoto foi localizado a uma profundidade de 200 quilômetros e a aproximadamente 173 quilômetros a oeste de San Salvador de Jujuy, Argentina.

    Mais:

    Fortes terremotos atingem 2 regiões da China; 2 mortes foram confirmadas
    EUA declaram alerta de tsunami após terremoto de magnitude 8,2 ao largo da costa do Alasca
    Terremoto de magnitude 7,2 atinge Haiti e deixa 227 pessoas mortas (FOTOS, VÍDEOS)
    Ameaça de tsunami é relatada após terremoto de magnitude 7,1 atingir Vanuatu, segundo relatos
    Tags:
    terremoto, terremoto, terremoto, Chile, sismo, sismologia, Centro Sismológico Mediterrâneo-Europeu, tremor
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar