19:59 02 Agosto 2021
Ouvir Rádio
    Américas
    URL curta
    0 24
    Nos siga no

    Pelo menos 18 pessoas foram assassinadas por um grupo criminoso em Reynosa, no estado nordestino mexicano de Tamaulipas.

    Tamanho crime foi conduzido em vários pontos da cidade de quase 700 mil habitantes, localizada perto da fronteira com os EUA, segundo o canal de televisão Uno TV, citando o Grupo de Coordenação Estatal para a Construção da Paz.

    O primeiro ataque teve lugar em Almaguer, onde um grupo armado abriu fogo contra um grupo de pessoas, resultando em seis mortos e vários feridos. Outro civil foi morto dentro de uma caminhoneta, a poucos metros de distância do sucedido. De igual modo, outro ataque de natureza semelhante foi conduzido em Unidad Obrera, onde foi reportada a morte de mais um civil.

    Em Fidel Velázquez, duas pessoas também perderam a vida por via de armas de fogo. Já em Bienestar, um comando de criminosos, que viajava em duas viaturas, assassinou um homem e duas mulheres, quando os últimos resistiram a um assalto.

    Não muito longe, os mesmos criminosos entraram em uma loja local e atiraram fatalmente no proprietário e em um cliente que estava fazendo compras.

    Perto de Puente Pharr, outra morte também foi registrada em tiroteio com policiais, mas ainda não se sabe se foi um civil ou um integrante do grupo criminoso.

    Mais tarde, a polícia deteve um indivíduo que transportava no porta-malas de seu carro duas mulheres, presumivelmente assassinadas durante um dos assaltos mencionados anteriormente.

    As forças de segurança se implantaram em várias partes de Reynosa para realizar missões de patrulha e vigilância. Do mesmo jeito, começaram as investigações para apurar as causas dos homicídios e localizar os responsáveis.

    Mais:

    México autoriza testes de vacinas da China e da França contra a COVID-19
    Termina o assalto a banco em Minnesota, nos EUA: suspeitos foram presos (VÍDEOS)
    PF vai à casa de Carlos Wizard para cumprir condução coercitiva e descobre que ele foi para o México
    Tags:
    crime, ataques, fronteira, México
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar