05:00 30 Julho 2021
Ouvir Rádio
    Américas
    URL curta
    0 201
    Nos siga no

    Projeto foi aprovado por grande maioria na Câmara dos Representantes e teve votação unânime no Senado norte-americano. O feriado será o 21º a ser reconhecido em todo país.

    Nesta quinta-feira (17), o presidente dos EUA, Joe Biden, e a vice-presidente, Kamala Harris, assinaram um projeto de lei para tornar o dia 19 de junho feriado federal em comemoração ao fim da escravidão dos negros norte-americanos, segundo a Reuters.

    O projeto foi aprovado por grande parte da Câmara dos Representantes dos EUA, na quarta-feira (16), após uma votação unânime no Senado.

    Em uma sala cheia, com cerca de 80 membros do Congresso, Biden disse que "as grandes nações não ignoram seus momentos mais dolorosos, elas os abraçam".

    O dia escolhido remonta a 19 de junho de 1865, quando um general da União informou a escravos no Texas que haviam sido libertados. O estado foi o último "a saber" sobre o fim da escravidão.

    "Juneteenth marca uma noite longa e difícil de subjugação da escravidão e uma promessa de uma manhã mais brilhante por vir. [O dia] é uma lembrança do terrível preço que a escravidão cobrou do país e continua cobrando", disse Biden.

    A palavra "Juneteenth" é uma contração de duas outras que formam a data: june (junho) e nineteenth (décimo nono), e seu primeiro registro data de 1903. Juneteenth já era feriado em alguns estados do país, inclusive no Texas, mas até agora não havia sido designada uma data federal.

    Joe Biden mostra assinatura em documento que torna o dia 19 de junho feriado federal em comemoração ao fim da escravidão nos EUA, Washington, 17 de junho de 2021
    © REUTERS / CARLOS BARRIA
    Joe Biden mostra assinatura em documento que torna o dia 19 de junho feriado federal em comemoração ao fim da escravidão nos EUA, Washington, 17 de junho de 2021

    A lei surge um ano depois que os Estados Unidos foram abalados por protestos contra o racismo e após o assassinato de George Floyd, um afro-americano, por um policial em Minneapolis.

    O feriado será o 21º reconhecido federalmente, juntando-se a uma lista que inclui Natal, Ano Novo, Dia de Ação de Graças e Dia da Independência, bem como dias em homenagem a presidentes e líder dos direitos civis assassinado, Martin Luther King Jr.

    O dia da posse, quando o presidente dos Estados Unidos toma posse, também é feriado federal a cada quatro anos.

    Mais:

    Joe Biden: 'Serei muito direto com Putin'
    Cúpula mais esperada: Vladimir Putin se encontra em Genebra com Joe Biden (VÍDEO)
    Militar dos EUA qualifica como 'traição' carta sobre saúde mental de Joe Biden
    Tags:
    escravidão, feriado, lei, EUA, Joe Biden
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar