22:42 18 Junho 2021
Ouvir Rádio
    Américas
    URL curta
    112
    Nos siga no

    O governo da Colômbia reabriu nesta quarta-feira (19) as fronteiras marítimas, terrestres e fluviais com Brasil, Panamá, Equador e Peru, fechadas desde 17 de março de 2020 em razão da pandemia da COVID-19.

    Segundo o Ministério das Relações Exteriores da Colômbia, a medida foi adotada para ajudar na reativação econômica das zonas de fronteira e fortalecer o processo de integração com países vizinhos.

    "Para tanto, a Colômbia ofereceu aos quatro Estados referidos manter o trabalho conjunto que permite adotar, de maneira expedita, as medidas e protocolos necessários para um rápido retorno ao trânsito pleno de pessoas, mercadorias e veículos, sempre levando em conta as recomendações dos horários que são sugeridos pelos países vizinhos", afirmou a chancelaria.

    Até o momento, a pandemia do coronavírus deixou 82.291 mortos e 3.144.547 pessoas infectadas na Colômbia. Segundo especialistas, o país vive uma terceira onda da COVID-19

    Onda de protestos

    Ao mesmo tempo, a Colômbia atravessa uma greve nacional que já dura 22 dias. Iniciado em 28 de abril, o movimento foi organizado para rechaçar o endurecimento no Congresso de reforma fiscal promovida pelo governo. 

    Diante da pressão, a reforma acabou sendo suspensa em 2 de maio. Os protestos têm um saldo de 50 pessoas mortas e 600 feridas. As forças policiais são acusadas pelas mortes e por violações dos direitos humanos. 

    Mais:

    Analista diz que para se livrar do rótulo de vilão ambiental, Brasil precisa fazer 'lição de casa'
    Eurodeputados criticam 'negacionismo' e 'necropolítica' de Bolsonaro em debate sobre América Latina
    Forte explosão durante confrontos com polícia na Colômbia deixa 2 mortos e 34 feridos (VÍDEOS)
    Tags:
    economia, COVID-19, fronteiras, Peru, Equador, Panamá, Brasil, Colômbia
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar