08:32 23 Junho 2021
Ouvir Rádio
    Europa
    URL curta
    227
    Nos siga no

    Oficiais da polícia francesa se reuniram para protestar em frente ao Parlamento nesta quarta-feira (19), no intuito de pressionarem pela aprovação de uma lei que confira maior proteção a policiais que se sintam desprotegidos ou vulneráveis em suas operações.

    Gérald Darmanin, ministro do Interior da República Francesa, marcou presença logo no início do protesto, movendo-se entre uma multidão fervorosa hasteando bandeiras de uniões trabalhistas. De igual modo, também foi esperado a presença de representantes do partido de extrema direita, Rassemblement National, e de outros partidos políticos, informa a agência AP.

    O político francês ouviu e falou com vários dos manifestantes emotivos, sendo que os últimos imploravam pela sua ajuda. Adicionalmente, Darmanin justificou sua presença no protesto como "normal", levando em conta seu papel de principal autoridade policial na França.

    Vários policiais se juntam em protesto para implantação de medida que garanta a sua segurança em serviço
    © AP Photo / Michel Euler
    Vários policiais se juntam em protesto para implantação de medida que garanta a sua segurança em serviço

    As uniões policiais notificaram antecipadamente que os políticos não estariam autorizados a fazerem seus discursos de campanha, para que ninguém confiscasse "as palavras dos polícias ou dos cidadãos", segundo a mídia.

    Ministro do Interior francês, Gérald Darmanin, ouvindo testemunhos de policiais presentes no protesto
    © AP Photo / Michel Euler
    Ministro do Interior francês, Gérald Darmanin, ouvindo testemunhos de policiais presentes no protesto
    Este protesto tem como origem a morte de dois policiais nas últimas semanas, em seus constantes encontros violentos com jovens que lhes atiram com objetos e até tipos de fogo de artifício. Um foi morto em um ataque terrorista, já o outro foi atacado por um jovem de 19 anos com problemas psicológicos.
    Membros do corpo policial francês manifestam em frente à Assembleia Nacional
    © Sputnik
    Membros do corpo policial francês manifestam em frente à Assembleia Nacional

    Ante tais acontecimentos, o corpo policial está furioso e exige que a lei assegure a detenção de quem tente agir violentamente contra si. Contudo, caso tal medida seja aprovada, esta poderá esperar contestação de várias organizações que têm acusado a polícia francesa de crimes de racismo.

    Mais:

    Forte explosão durante confrontos com polícia na Colômbia deixa 2 mortos e 34 feridos (VÍDEOS)
    França estaria preparando resolução do Conselho de Segurança para cessar-fogo entre Israel e Hamas
    Operação da Polícia Federal mira Ministério do Meio Ambiente e ministro Ricardo Salles
    Tags:
    violência, lei, Segurança, protestos, policiais, França
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar