06:31 10 Maio 2021
Ouvir Rádio
    Américas
    URL curta
    170
    Nos siga no

    O governo venezuelano informou nesta quinta-feira (15) que está em contato com especialistas da Organização das Nações Unidas (ONU) para a desativação de minas terrestres em áreas da fronteira com a Colômbia.

    O chanceler da Venezuela, Jorge Arreaza, divulgou a informação em sua conta no Twitter.

    Já estamos em coordenação com os órgãos da ONU com expertise na desativação de minas antipessoais, para apoiar nossa FANB (Força Armada Nacional Bolivariana) na desminagem de áreas fronteiriças nas quais grupos armados irregulares colombianos plantaram minas para atacar a Venezuela.

    No dia 5 de abril, o governo da Venezuela enviou uma carta à ONU pedindo ajuda para desativar as minas terrestres.

    Desde 21 de março ocorrem confrontos no estado venezuelano de Apure entre as forças de segurança da Venezuela e grupos irregulares da Colômbia.

    O governo venezuelano denunciou que comboios militares e instalações do Estado foram atacados com explosivos. Oito soldados venezuelanos e nove membros dos supostos grupos irregulares da Colômbia morreram nos confrontos.

    Um barco da marinha colombiana patrulha o rio Arauca enquanto um barco da marinha venezuelana permanece ancorado na fronteira entre a Colômbia e a Venezuela, visto de Arauquita, Colômbia, em 28 de março de 2021.
    © REUTERS / LUISA GONZALEZ
    Um barco da marinha colombiana patrulha o rio Arauca enquanto um barco da marinha venezuelana permanece ancorado na fronteira entre a Colômbia e a Venezuela, visto de Arauquita, Colômbia, em 28 de março de 2021

    Além disso, o Ministério da Defesa da Venezuela anunciou o desmantelamento de pelo menos seis acampamentos dos grupos irregulares, bem como a apreensão de drogas e armas de alto calibre que foram utilizadas pelos colombianos.

    Mais:

    Venezuela recebe 3ª remessa da vacina russa Sputnik V (FOTOS)
    Venezuela denuncia a fórum da ONU perseguição financeira dos EUA e UE
    Governo da Venezuela quer usar fundos congelados nos EUA para pagar por vacinas
    Colômbia acusa Venezuela na ONU de 'desviar atenção de relação cúmplice com o narcotráfico'
    Tags:
    Organização das Nações Unidas, Nações Unidas, ONU, militares, militar, conflito, Colômbia, Jorge Arreaza, Venezuela
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar