03:34 12 Maio 2021
Ouvir Rádio
    Américas
    URL curta
    212
    Nos siga no

    O secretário de Estado Antony Blinken afirmou que os EUA continuarão ajudando o Afeganistão mesmo depois da saída das tropas. Além disso, o diplomata declarou que as autoridades afegãs respeitam a decisão norte-americana de retirar seus militares de lá.

    Após o anúncio de retirada de tropas norte-americanas do Afeganistão, que deverá ser concluída até 11 de setembro, os Estados Unidos continuarão apoiando os afegãos, segundo informou o secretário de Estado, Antony Blinken, durante visita a Cabul nesta quinta-feira (15).

    "Nós permaneceremos com o povo do Afeganistão, inclusive ajudando com investimentos econômicos [...]. Continuaremos apoiando a comunidade civil", declarou Blinken, citado pela emissora 1TV.

    O secretário de Estado afirmou que ninguém no Afeganistão está interessado em uma guerra civil, até mesmo o movimento Talibã (organização terrorista proibida na Rússia e em vários outros países).

    "Não acredito que alguém esteja interessado, digamos assim, na degradação do Afeganistão para uma guerra civil, uma guerra longa. Até o Talibã, até onde sabemos, diz que não está interessado nisso. O povo afegão com certeza não está interessado nisso. Todos, com quem eu conversei hoje, expressam uma vontade firme de paz", ressaltou Blinken.

    As autoridades afegãs respeitam a decisão norte-americana de retirar seus militares do país, declarou Blinken durante coletiva de imprensa em Cabul.

    Anteriormente, uma fonte das Forças Armadas afegãs revelou à Sputnik que o secretário de Estados dos EUA chegou a Cabul na quinta-feira (15).

    Na quarta-feira (14), o presidente dos EUA, Joe Biden, anunciou a retirada de suas tropas do Afeganistão, que deve ser iniciada em 1º de maio e finalizada até 11 de setembro, correspondendo a última data ao 20º aniversário dos atentados terroristas de 2001. Segundo o acordo prévio entre administração do ex-presidente Donald Trump e Talibã, os soldados norte-americanos deveriam ir embora do território afegão até 1º de maio.

    Mais:

    CIA alerta: saída do Afeganistão é 'risco significativo'
    Afeganistão alerta para chance de guerra civil se tropas estrangeiras forem embora
    Talibã insiste na retirada de tropas estrangeiras do Afeganistão até 1º de maio
    Tropas dos EUA deixarão Afeganistão até 11 de setembro, diz alto funcionário
    Tags:
    militares, tropas, Afeganistão, EUA, Antony Blinken
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar