20:50 02 Dezembro 2020
Ouvir Rádio
    Américas
    URL curta
    Pandemia de COVID-19 no mundo em meados de novembro (90)
    0 40
    Nos siga no

    Os Estados Unidos ultrapassaram nesta quarta-feira (18) a marca de 250 mil pessoas mortas por COVID-19 desde o início da pandemia.

    Os números foram contabilizados pela plataforma da Universidade Johns Hopkins e mostram que os EUA agora somam 250.180 óbitos pelo novo coronavírus e 11,4 milhões de casos da doença.

    Os EUA são o país com o maior número de mortos causados pelo novo coronavírus, à frente de Brasil, Índia e México.

    A marca é maior que o número de mortes de militares americanos em todos os conflitos desde a Guerra da Coreia.

    Alunos deixam escola no Brooklyn, em Nova York, em meio à pandemia da COVID-19.
    © REUTERS / Brendan McDermid
    Alunos deixam escola no Brooklyn, em Nova York, em meio à pandemia da COVID-19.

    O país agora vive sinais de que uma segunda onda de infecções causada pelo novo coronavírus está ocorrendo. A quantidade de hospitalizações por COVID-19 ultrapassou 76 mil na terça-feira (17), o maior número desde o início da pandemia.

    Nesta quarta-feira (18), o prefeito de Nova York, Bill de Blasio, ordenou novamente o fechamento das escolas públicas para tentar frear uma nova aceleração do contágio do novo coronavírus na cidade.

    Na semana passada, o governador do estado de Nova York, Andrew Cuomo, já havia decretado o fechamento antecipado de restaurantes, bares e academias em toda a região.

    Tema:
    Pandemia de COVID-19 no mundo em meados de novembro (90)

    Mais:

    Problema em tubulação de oxigênio provoca susto em hospital para pacientes da COVID-19 em Moscou
    Diário Oficial publica normas da Anvisa que podem acelerar registro de vacinas contra a COVID-19
    Transporte de vacinas contra COVID-19 será desafio para companhias aéreas
    Brasil: Saúde diz que COVID-19 não tem tratamento preventivo, mas depois apaga publicação
    Brasil registra 754 mortes em 24h e passa de 167 mil óbitos por COVID-19
    Pfizer faz proposta ao Brasil e diz que poderia 'vacinar milhões de pessoas no 1º semestre'
    Tags:
    doença, pandemia, vítimas, mortos, morto, mortes, novo coronavírus, Estados Unidos, COVID-19
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar