01:20 26 Novembro 2020
Ouvir Rádio
    Américas
    URL curta
    0 66
    Nos siga no

    Todos os condados de Michigan certificaram os resultados da apuração das eleições estadunidenses de 3 de novembro, disse nesta quarta-feira (18) a secretaria de Estado local, Jocelyn Benson.

    Na segunda-feira (16), a junta de apuração do condado de Wayne, o mais populoso do estado, tinha afirmado que não podia ratificar os resultados da contagem devido às denúncias de fraudes apontadas por dois membros republicanos da comissão, composta por quatro pessoas. 

    Mais tarde, no entanto, a junta chegou a um acordo para superar o impasse gerado pelo empate partidário de dois a dois. 

    "Todos os 83 condados votaram para certificar os resultados das eleições de 3 de novembro", disse Benson por meio do Twitter. 

    A secretária afirmou ainda que a junta de apuração vai se reunir novamente em 23 de novembro para "emitir a certificação final da eleição", encontro que será aberto ao público. 

    ​Atualização de Michigan: todos os 83 condados votaram para certificar os resultados das eleições de 3 de novembro. Em seguida, a Junta de Eleições do Estado está programada para se reunir em 23 de novembro, para emitir a certificação final da eleição de 3 de novembro. A reunião será aberta ao público. Mais informações em breve

    Votação de Michigan foi decisiva

    A votação em Michigan, que representa 16 delegados no colégio eleitoral, foi decisiva para a vitória do democrata Joe Biden no pleito presidencial dos EUA. O candidato estava atrás de Donald Trump no estado até a reta final da apuração

    Biden conquistou 68% dos cerca de 850 mil votos no condado de Wayne, que inclui a cidade de Detroit, segundo resultados oficiais divulgados pela Fox News. O democrata venceu em Michigan por apenas 2,7%, ou aproximadamente 146 mil votos. 

    Segundo as projeções, Biden obteve 306 delegados contra 232 de Trump no colégio eleitoral. Para vencer, é preciso conseguir pelo menos 270. Em 2016, o republicano derrotou a democrata Hillary Clinton em Michigan por uma pequena margem. 

    Após a publicação de Jocelyn Benson, Trump, que não reconheceu derrota no pleito, usou as redes sociais para reforçar suas denúncias de fraudes, ainda não comprovadas, na apuração dos votos nos EUA. 

    "O grande estado de Michigan, com mais votos do que o número de pessoas que votaram, não pode certificar a eleição. Os democratas trapacearam todo tempo, e foram pegos. Uma vitória republicana", disse o presidente estadunidense.

    O grande estado de Michigan, com mais votos do que o número de pessoas que votaram, não pode certificar a eleição. Os democratas trapacearam todo tempo, e foram pegos. Uma vitória republicana

    Mais:

    Trump kamikaze: veja as medidas bombásticas que o líder pode tomar antes de deixar a Casa Branca
    Pesquisa: 52% dos eleitores republicanos acreditam que Trump é o vencedor das eleições
    Trump paga quase R$ 16 milhões e pede recontagem em 2 condados de Wisconsin
    Tags:
    Hillary Clinton, republicanos, democratas, Estados Unidos, Michigan, Donald Trump, Joe Biden, eleições, EUA
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar