08:44 28 Novembro 2020
Ouvir Rádio
    Américas
    URL curta
    232
    Nos siga no

    De acordo com as projeções divulgadas pelo instituto de pesquisa norte-americano Edison Research nesta sexta-feira (13), Biden derrotará Trump no colégio eleitoral com 306 votos, contra 232 do republicano.

    Segundo o instituto de pesquisa norte-americano, o candidato democrata Joe Biden derrotou o presidente Donald Trump no estado da Geórgia, enquanto Trump venceu na Carolina do Norte.

    Com a vitória projetada de Biden na Geórgia, os democratas conseguirão recuperar um estado no qual os republicanos saem vitoriosos desde as eleições presidenciais de 1996.

    Neste momento, o estado realiza uma recontagem manual dos votos, mas a atual liderança de Biden, de 14.152 votos, dificilmente será ameaçada.

    O candidato à presidência dos Estados Unidos, Joe Biden, durante discurso.
    © AP Photo / Carolyn Kaster
    O candidato à presidência dos Estados Unidos, Joe Biden, durante discurso.

    Por sua vez, na Carolina do Norte, um reduto tradicional do Partido Republicano, a tentativa dos democratas de encorajar o eleitorado negro a votar não foi suficiente para superar a base leal de Trump no estado, formada por homens brancos, sem ensino superior e pela população rural.

    Além das novas projeções nesses dois estados-chave divulgadas hoje (13), a Justiça estadual do Michigan rejeitou uma demanda do Partido Republicano para adiar a certificação da contagem de votos na cidade de Detroit.

    Esta foi a última de uma série de derrotas na Justiça para o presidente Trump e seus aliados, que decidiram judicializar o processo eleitoral sob a alegação de que ocorreram muitas fraudes e irregularidades.

    No último sábado (7), a mídia dos Estados Unidos projetou a vitória de Joe Biden nas eleições presidenciais norte-americanas, após considerar que o candidato democrata tinha superado o mínimo necessário de 270 votos no colégio eleitoral para ser nomeado presidente.

    Mais:

    Biden entende a necessidade de prorrogar Tratado Novo START, diz embaixador russo na ONU
    Biden considera Hillary Clinton para posição de embaixadora dos EUA na ONU, diz mídia
    Em gesto histórico, Biden nomeia veterana transexual para equipe de transição
    Tags:
    Donald Trump, Joe Biden, Eleições nos EUA, Estados Unidos
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar