02:32 25 Novembro 2020
Ouvir Rádio
    Américas
    URL curta
    Pandemia da COVID-19 no mundo em meados de julho (46)
    0 31
    Nos siga no

    O número de casos do novo coronavírus registrado na Argentina superou 100.000, informou o Ministério da Saúde neste domingo (12)

    "Hoje foram confirmados 2.657 novos casos da COVID-19. Com esses registros, o país soma 100.166 [testes] positivos", afirmou comunicado da pasta. 

    O número de mortes pela doença, por sua vez, subiu para 1.845. Além disso, 735 pessoas estão sob tratamento intensivo. 

    Na quinta-feira (9), a Argentina registrou 3.604 casos do novo coronavírus, recorde diário desde o início da epidemia no país. Foi a primeira vez que foram contabilizados mais de 3.000 óbitos na Argentina.

    Desde 11 de março, a Organização Mundial da Saúde (OMS) qualifica como pandemia a enfermidade causada pelo novo coronavírus, detectado em Wuhan, na China, no final do ano passado. 

    Após o epicentro da COVID-19 migrar para a Europa e os Estados Unidos, a OMS afirmou que atualmente o local mais afetado pela pandemia é a América do Sul.

    Em todo o mundo, foram confirmados mais de 12,86 milhões de casos, com mais de 568.000 mortes. 

    No Brasil, segundo dados do Ministério da Saúde, foram registradas 72.100 mortes e 1.864.68 casos.

    Tema:
    Pandemia da COVID-19 no mundo em meados de julho (46)

    Mais:

    Latam anuncia que deixa de operar na Argentina 'por tempo indeterminado'
    Nuvem de gafanhotos atinge a Argentina e pode chegar ao Brasil (VÍDEO)
    Acordo Mercosul-UE enfrenta resistência externa e dúvidas entre Brasil e Argentina, diz professora
    Tags:
    Ministério da Saúde, China, epicentro, OMS, América do Sul, Argentina, Brasil, epidemia, pandemia, COVID-19, novo coronavírus
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar