00:21 04 Agosto 2020
Ouvir Rádio
    Américas
    URL curta
    Mundo enfrentando COVID-19 no início de julho (40)
    171
    Nos siga no

    Com o número de casos de COVID-19 na Flórida novamente em ascensão, o prefeito de Miami anunciou toque de recolher na cidade nesta sexta-feira (3).

    O prefeito de Miami, Carlos Gimenez, anunciou um toque de recolher na cidade entre 22h e 6h no início do fim de semana do feriado de 4 de julho e cancelou a reabertura do comércio, cassinos e teatros, marcados para sexta-feira (3), informou Reuters.

    "Vamos comemorar o Dia da Independência respeitando o direito uns dos outros à vida, liberdade e felicidade", disse Gimenez em um vídeo, citando a Declaração de Independência dos EUA, adotada no dia 4 de julho de 1776.

    Os casos de coronavírus estão aumentando em 37 dos 50 estados dos EUA, incluindo a Flórida, que registrou 9.488 novos casos na sexta-feira, segundo o departamento de saúde do estado, depois de mais de dez mil novos casos no dia anterior.

    As cifras de quinta-feira (2) apontam o maior pico diário da doença registrado na Flórida até o momento.

    No início desta semana, Miami e suas cidades satélites passaram a exigir uso obrigatório de máscaras em locais públicos, como forma de prevenção contra o novo coronavírus.

    Quase um quarto das mortes pelo coronavírus no mundo ocorreu nos Estados Unidos, onde quase 129 mil pessoas já foram ao óbito. Os Estados Unidos registraram mais de 55 mil novos casos de COVID-19 nesta quinta-feira (2), um novo recorde mundial diário para a pandemia.

    Tema:
    Mundo enfrentando COVID-19 no início de julho (40)

    Mais:

    Trump usa OMS, China e protestos para distrair EUA do seu fracasso contra COVID-19, dizem analistas
    Senador dos EUA acusa Pequim de sabotar vacina da COVID-19 e China pede provas
    COVID-19: Brasil pode ultrapassar EUA em 48 dias e ser o mais mortal do mundo, diz estudo
    Tags:
    toque de recolher, Flórida, Miami, EUA, COVID-19
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar