07:13 28 Setembro 2020
Ouvir Rádio
    Américas
    URL curta
    363973
    Nos siga no

    Secretário de Estado dos EUA, Mike Pompeo, declarou no domingo (31) que Washington pode fazer parcerias com diversos países, incluindo o Brasil, devido à ameaça representada pelas capacidades militares chinesas.

    "No que diz respeito aos avanços militares do Partido Comunista chinês, eles são reais. Secretário-geral Xi [Jinping] está comprometido na construção das suas capacidades militares.

    O nosso Departamento de Defesa está fazendo tudo o que pode para certificar o entendimento desta ameaça", afirmou o secretário de Estado dos EUA, Mike Pompeo, em entrevista ao canal Fox News.

    "Eu estou confiante que, sob as ordens do presidente [Donald] Trump, nosso Departamento de Defesa, nossos militares e nosso estabelecimento de segurança nacional vão nos manter em uma posição em que possamos proteger o povo americano, e ser realmente bons parceiros de nossos aliados da Índia, Austrália, Coreia do Sul, Japão, Brasil, Europa, por todo o mundo", ressaltou Pompeo em entrevista ao Fox News.

    Além disso, o diplomata acrescentou que "nós podemos ser bons parceiros ao lado deles e garantir que o próximo século continue sendo ocidental, inspirado nas liberdades que temos aqui nos Estados Unidos".

    Na semana passada, Donald Trump afirmou que fará um anúncio muito forte sobre a China, indicando que o assunto pode se tratar de uma punição ao país asiático.

    Mais:

    Como EUA tentam travar vendas de armas da Rússia e da China?
    Congresso dos EUA aprova lei que prevê sanções contra a China
    Tropas chinesas expulsam destróier dos EUA do mar do Sul da China, diz porta-voz militar
    Tags:
    Brasil, ameaça militar, Xi Jinping, secretário de Estado, China, EUA, Mike Pompeo
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar