04:47 27 Outubro 2020
Ouvir Rádio
    Américas
    URL curta
    Países combatendo COVID-19 no meio de abril de 2020 (105)
    860
    Nos siga no

    Uma brigada médica cubana chegará a Honduras para ajudar a combater o coronavírus, que infectou 426 pessoas e matou 35 no país da América Central, disse o ministro da Saúde Alba Flores nesta quinta-feira (16).

    A brigada será composta por quatro especialistas em emergência, dois epidemiologistas, seis enfermeiros de terapia intensiva e quatro técnicos biomédicos, e retomará a presença médica de Cuba em Honduras, suspensa há um ano após Tegucigalpa não renovar um acordo de cooperação com Havana.

    "A brigada apoiará o trabalho de contenção [da pandemia]", afirmou Flores em entrevista coletiva com o presidente Juan Orlando Hernández, sem especificar a data de chegada.

    O sistema de saúde pública em Honduras possui cerca de 4.000 médicos em cerca de 33 hospitais. O número é insuficiente para atender a população de 9,2 milhões de pessoas, e de 62% de pobreza, informa a agência de notícias Reuters. 

    Centenas de médicos cubanos viajaram para países como Andorra, Jamaica e Itália para ajudar a combater o coronavírus.

    Os primeiros médicos cubanos chegaram a Honduras em 1998, quando o país da América Central foi devastado pelo furacão Mitch, que causou mais de 5 mil mortes. Desde então, foram estabelecidos acordos de cooperação que também incluem ajuda na educação.

    Tema:
    Países combatendo COVID-19 no meio de abril de 2020 (105)

    Mais:

    Coronavírus: Cuba recebe cheque de US$ 200 mil e milhares de acessórios médicos da China (FOTOS)
    'Criminoso bloqueio' dos EUA impediu entrega de kits de testes para COVID-19 a Cuba, diz presidente
    Número de mortos por COVID-19 em Cuba sobe para 11
    'Calúnia total e infundada com implicações perigosas', diz Cuba sobre acusações de narcotráfico
    Tags:
    COVID-19, pandemia, médicos, Cuba
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar