08:36 26 Maio 2020
Ouvir Rádio
    Américas
    URL curta
    Coronavírus se espalha pelo mundo (101)
    191224
    Nos siga no

    Segundo projeções, 2,2 milhões de americanos podem morrer se o governo dos EUA não fizer nada para evitar a propagação do coronavírus, disse o presidente norte-americano Donald Trump.

    Em entrevista coletiva, o líder americano afirmou que, frente a tal possibilidade, a morte de 100 a 200 mil pessoas causada pela COVID-19 seria um bom resultado.

    "Se conseguirmos segurar o número de mortes em 100.000 [pessoas] - isso é um número horrível, talvez até menos […] então temos entre 100.000 e 200.000 - teremos feito um trabalho muito bom".

    O chefe da Casa Branca disse esperar que a taxa de mortalidade pelo coronavírus nos EUA atinja o pico dentro de duas semanas, enquanto a recuperação do país da pandemia, disse ele, começará em 1º de junho.

    Trump também ordenou a prorrogação das medidas contra a propagação da COVID-19 até 30 de abril.

    Militares do Exército dos EUA reunidos em Manhattan para combater o coronavírus, Nova York, EUA, 27 de março de 2020
    © REUTERS / Jeenah Moon
    Militares do Exército dos EUA reunidos em Manhattan para combater o coronavírus, Nova York, EUA, 27 de março de 2020

    Os EUA são agora o líder no número de casos, com 143.000 infectados e 2.500 mortes.

    De acordo com os últimos dados, já foram registrados mais de 723.000 casos de infecção em todo o mundo, com 34.000 mortes.

    Tema:
    Coronavírus se espalha pelo mundo (101)

    Mais:

    Trump estende orientações sobre 'distanciamento social' até 30 de abril
    Trump volta atrás e desiste de quarentena em Nova York
    Trump diz que pode fechar Nova York por causa do coronavírus
    Tags:
    quarentena, mortes, COVID-19, novo coronavírus, Donald Trump
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar