10:47 26 Maio 2020
Ouvir Rádio
    Américas
    URL curta
    Coronavírus se espalha pelo mundo (101)
    1041
    Nos siga no

    O presidente estadunidense, Donald Trump, disse neste sábado (28) que poderá proibir viagens de entrada e saída para Nova York para limitar a propagação do novo coronavírus. 

    Os Estados Unidos se tornaram o novo epicentro da COVID-19, nome da doença provocada pelo vírus. 

    Segundo Trump, a quarentena seria imposta em Nova York, Nova Jersey e partes de Connecticut, com objetivo de proteger estados não tão impactados pelo coronavírus. 

    "Na Flórida está ocorrendo problemas. Muitos novaiorquinos estão viajando para lá. Não queremos isso", disse o presidente, segundo a agência Reuters. 

    Profissionais de saúde de Nova York alertam para a falta de material médico e máscaras para combater a COVID-19. 

    O governador do estado, Andrew Cuomo, disse que não foi informado sobre uma possível quarentena. 

    "Nem sequer sei o que isso significa. Não sei como isso seria colocado em prática legalmente, e do ponto de vista médico, não sei se seria possível implementá-la", afirmou. 

    Congresso dos EUA aprovou pacote de US$ 2,2 trilhões

    Na sexta-feira (27), a Câmara dos Representantes dos Estados Unidos aprovou pacote sem precedentes de estímulo à economia, no valor de US$ 2,2 trilhões. A medida já tinha sido aprovada pelo Senado. 

    De acordo com o mapa interativo da Universidade John Hopkins, os casos confirmados de coronavírus nos EUA são 119.748, com 1.991 mortes. 

    Tema:
    Coronavírus se espalha pelo mundo (101)

    Mais:

    Coronavírus: Itália ultrapassa os 10 mil mortos após ter novo recorde diário
    Número de mortes por coronavírus no Brasil aumenta para 114 e casos para 3.904
    Com mais de 2 mil mortes, Irã usará 20% do orçamento para combater o coronavírus
    Tags:
    Andrew Cuomo, Nova York, Donald Trump, COVID-19, pandemia, EUA, novo coronavírus
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar