08:19 05 Abril 2020
Ouvir Rádio
    Américas
    URL curta
    604
    Nos siga no

    Os EUA planejam realizar um teste crucial de armas hipersônicas nos próximos meses, com receio de um possível momento "Sputnik" em sua corrida tecnológica contra adversários, disse o secretário interino da Marinha dos EUA, Thomas Modly, em um memorando.

    Um experimento de voo foi agendado para o final deste ano fiscal para demonstrar a eficácia do Corpo Planador Hipersônico, projetado pela Marinha, de acordo com o memorando citado pelo Military.com.

    "[O lançamento do Sputnik de 1957] deve aumentar nossa consciência de que grandes avanços tecnológicos, como armas hipersônicas, podem desestabilizar o ambiente de segurança global e representar uma ameaça existencial para nossa nação", disse Modly no memorando de sexta-feira.

    "De fato, as possíveis aplicações de tecnologias hipersônicas já mudaram a natureza do espaço de batalha, assim como a tecnologia nuclear no século passado. É por isso que, quando se trata de armas hipersônicas, nosso comando hoje deve ser 'tudo completo à frente'", acrescentou.

    Tripulação do MiG-31 conduz lançamentos do míssil hipersônico Kinzhal
    Ministério da Defesa da Rússia
    Tripulação do MiG-31 conduz lançamentos do míssil hipersônico Kinzhal

    Modly comparou a intensidade da competição atual para adquirir capacidade hipersônica à corrida espacial de meados do século 20 entre os EUA e a União Soviética. Em outubro de 1957, o público dos EUA ficou surpreso ao saber que seu adversário lançou ao espaço o primeiro satélite artificial do mundo, o Sputnik 1.

    A Rússia e a China possuem capacidades hipersônicas avançadas. O secretário de Defesa dos EUA, Mark Esper, afirmou em janeiro que o Pentágono estava aumentando o financiamento e acelerando os testes para desenvolver armas hipersônicas anos antes do que havia planejado anteriormente.

    Mais:

    Pentágono fecha contrato milionário de armas hipersônicas com Lockheed Martin
    Qual será 1ª embarcação russa a contar com míssil hipersônico Tsirkon?
    Rússia terá dobro de radares capazes de detectar mísseis hipersônicos furtivos no Ártico
    Tags:
    Sputnik 1, segurança, defesa, tecnologias hipersônicas, míssil hipersônico, armas hipersônicas, Marinha dos EUA, URSS, União Soviética, Rússia, Estados Unidos
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar