01:19 28 Janeiro 2020
Ouvir Rádio
    Américas
    URL curta
    4711
    Nos siga no

    Na segunda-feira (13), o ministro interino do Esporte da Bolívia, Milton Navarro, destruiu o busto do ex-presidente do país, Evo Morales, em Quillacollo, Bolívia.

    O ministro interino do Esporte da Bolívia, Milton Navarro, durante a cerimônia de mudança do nome de um centro esportivo nomeado antes em homenagem a Evo Morales, destruiu com um martelo o busto representando o ex-presidente.

    "Infraestruturas que foram construídas com recursos do Estado, não devem ter o nome de um ditador. Não devem suportar o nome de um delinquente. Porque para nós e para todos bolivianos Evo Morales é um delinquente", declarou Milton Navarro.

    O ministro interino anunciou que o novo nome do centro será Poliesportivo Olímpico de Quillacollo.

    "Todos os campos esportivos foram construídos com dinheiro dos bolivianos, com dinheiro de todos vocês. E, portanto, não podemos mais tolerar que eles tenham esse nome do ex-presidente, que, para nós, hoje é um fugitivo da Justiça boliviana", adicionou Navarro.

    Evo Morales fugiu da Bolívia em novembro do ano passado sob a pressão das Forças Armadas bolivianas em seguida da agitação e de protestos que surgiram após os resultados das eleições presidenciais. Depois de algumas semanas no México, Morales recebeu asilo na Argentina.

    Mais:

    Morales comenta corte de transmissão do canal russo RT na Bolívia: 'Isso é democracia?'
    Ministro boliviano diz que pediu à Interpol prisão de Evo Morales
    Evo Morales promete criar 'milícias armadas' se voltar para Bolívia, segundo Reuters
    Tags:
    esporte, exílio de Evo Morales, Evo Morales, Bolívia
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik
    • Comentar