20:03 23 Janeiro 2020
Ouvir Rádio
    Américas
    URL curta
    6134
    Nos siga no

    O Supremo Tribunal Eleitoral da Bolívia rejeitou três pedidos de desqualificação do Movimento ao Socialismo (MAS) e decidiu que o partido do ex-presidente Evo Morales pode participar das eleições de 2020.

    "O MAS mantém todas as prerrogativas e deveres das organizações políticas bolivianas e tem o direito legal de participar dos processos eleitorais de 2020", afirmou o Supremo Tribunal Eleitoral.

    O cancelamento da personalidade jurídica do MAS havia sido solicitado por organizações de cidadãos com o argumento de que o partido seria responsável pela suposta fraude em favor de Morales, que desencadeou os protestos que levaram à anulação das eleições em 20 de outubro.

    O Supremo Tribunal Eleitoral decidiu por unanimidade autorizar a participação do MAS no pleito e disse que a decisão foi baseada em "uma análise detalhada e fundamentada da legislação boliviana", além de "elementos doutrinários internacionais".

    Morales não será o candidato presidencial na eleição e o MAS ainda não escolheu quem irá concorrer pelo partido. 

    Mais:

    México demonstra preocupação com monitoramento de sua embaixada na Bolívia
    Ameaçado de prisão, Morales desafia opositores e diz que voltará à Bolívia
    Evo Morales acusa EUA de serem 'cúmplices do golpe' na Bolívia 'como nos tempos do Plano Condor'
    Bolívia expulsa diplomatas do México e Espanha, que responde com expulsão de bolivianos
    México diz que embaixadora expulsa da Bolívia trabalhou 'em favor do asilo e da paz'
    Tags:
    MAS, Evo Morales, Bolívia
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik
    • Comentar