12:27 08 Agosto 2020
Ouvir Rádio
    Américas
    URL curta
    435
    Nos siga no

    O presidente norte-americano Donald Trump escreveu nas redes sociais que o líder norte-coreano Kim Jong-un tem muito a perder se der passos "hostis".

    "Kim Jong-un é muito inteligente e tem muito a perder, tudo na verdade, se agir de forma hostil. Ele assinou um forte acordo de desnuclearização comigo em Singapura. Ele não quer cancelar sua relação especial com o presidente dos Estados Unidos", escreveu Trump em sua conta do Twitter.

    Segundo o comentário do líder americano, a Coreia do Norte tem "enorme potencial econômico" sob a liderança de Kim, mas deve completar sua desnuclearização "como prometido".

    "OTAN, China, Rússia, Japão e o mundo inteiro estão unidos nesta questão", complementou.

    Anteriormente, o embaixador da Coreia do Norte na ONU, Kim Song, declarou que a desnuclearização de seu país "já não está mais na mesa de negociações" com Washington.

    Impasse nas negociações

    No início de dezembro, o vice-chanceler norte-coreano Ri Thae-song lembrou que o prazo para o diálogo entre os EUA e a Coreia do Norte é até o final deste ano. A Coreia do Norte tem pedido repetidamente a Washington para mudar sua política de exigir a desnuclearização unilateral de Pyongyang e abrandar as sanções.

    Em junho, Washington e Pyongyang expressaram seu compromisso com a ideia da desnuclearização da península coreana em troca da suspensão das sanções impostas à Coreia do Norte, durante as primeiras negociações diretas entre o presidente norte-americano Trump e o líder norte-coreano Kim Jong-un.

    A última rodada de negociações em outubro, que reuniu os dois presidentes, não trouxe nada além de apertos de mãos e falas bem intencionadas, não tendo havido ações reais.

    Mais:

    Mídia coreana: guerra pode irromper 'a qualquer momento' entre Washington e Pyongyang
    Trump recebe alerta da Coreia do Norte: nos atacar seria 'horrível' para os EUA
    Coreia do Norte diz que desnuclearização não está mais na agenda das negociações com EUA
    Tags:
    desnuclearização, EUA, Coreia do Norte, hostilidades, Kim Jong-un, Donald Trump
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar