18:10 11 Novembro 2019
Ouvir Rádio
    O vice-presidente dos EUA, Mike Pence, gesticula durante o evento de criação da Força Espacial dos EUA.

    Vice-presidente dos EUA critica NBA e Nike por controvérsia envolvendo China

    © AP Photo / Evan Vucci
    Américas
    URL curta
    4513
    Nos siga no

    O vice-presidente dos EUA, Mike Pence, atacou nesta quinta-feira (24) a Nike e a NBA, além de também criticar a China em questões comerciais e de direitos humanos. 

    Pence criticou especificamente a companhia de esportes por remover as mercadorias do Houston Rockets de suas lojas na China depois que o gerente geral da equipe irritou o governo chinês com um tweet no qual expressou apoio aos manifestantes antigovernamentais em Hong Kong.

    A NBA agiu como uma "subsidiária integral" do "regime autoritário" da China por não defender Morey, disse o vice-presidente dos Estados Unidos.

    "A Nike está se promovendo como um 'defensor da justiça social', mas quando se trata de Hong Kong, ela prefere deixar sua consciência social na porta'', disse Pence, segundo a agência de notícias AP.

    As falas do vice-presidente ocorrem no momento em que Trump tenta finalizar um acordo comercial com a China.

    "O sistema político estabelecido não apenas permaneceu em silêncio diante das agressões econômicas e violações dos direitos humanos na China, como também as permitiu", disse Pence.

    Mais:

    Força aérea dos EUA investiga uso de maconha em base de mísseis balísticos
    Empresas dos EUA lideram em investimento estrangeiro na Rússia, aponta estudo
    Mídia chinesa indica fator-chave que impede EUA de atacarem Rússia
    Há coisas que são inalcançáveis para os EUA
    Bolsonaro confirma nome de Nestor Forster para embaixada nos EUA
    Pence disse que EUA estão buscando cooperação com a China, não confronto
    Tags:
    NBA, Nike, China, Estados Unidos
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik
    • Comentar