15:31 19 Novembro 2019
Ouvir Rádio
    Presidente da Venezuela, Nicolás Maduro, durante reunião no Palácio de Miraflores, em Caracas, Venezuela

    Maduro assegura ter 'provas concretas' que oposição está arquitetando novos protestos violentos

    © Sputnik / Stringer
    Américas
    URL curta
    0 41
    Nos siga no

    O presidente venezuelano, Nicolás Maduro, advertiu que irá tomar medidas para assegurar paz no país, sendo que no seu entender existe uma Venezuela "absolutamente maioritária" que não quer o retorno da violência.

    Na quarta-feira (16), Nicolás Maduro declarou que dispõe de "provas concretas" de que a oposição está arquitetando protestos violentos para mês de novembro.

    "Tenho provas das tentativas de 'guarimbas' [protestos] pretendidas para novembro. O que os espera é a cadeia e a justiça. É o que espera aqueles que entrem em 'guarimbas' outra vez", afirmou o presidente da Venezuela durante um encontro com cientistas venezuelanos.

    "Diante de ameaças, a melhor solução é o trabalho, a produção e a boa fé. Venezuela quer paz, e é paz que vamos ter", enfatizou.

    Anteriormente, o mandatário da Venezuela acusou o ex-prefeito oposicionista, Carlos Ocaríz, de estar preparando "novas conspirações".

    Protestos estão sendo arquitetados pela oposição venezuelana há anos com incentivo dos EUA para cessação do poder do presidente legítimo Nicolás Maduro.

    As "guarimbas", como são conhecidos os protestos em zonas residenciais com fechamento de ruas na Venezuela, já causaram a morte de 172 pessoas, deixaram milhares de feridos e ocasionaram destruição especialmente nos territórios governados por autoridades antichavistas.

    Mais:

    Argentina reconhece embaixadora de Guaidó reforçando ruptura com Maduro
    Poderiam Maduro e Correa ser responsáveis pelos protestos no Equador? Especialista esclarece
    Tags:
    Venezuela, oposição, Nicolás Maduro, Venezuela
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik
    • Comentar