21:32 13 Novembro 2019
Ouvir Rádio
    Boeing 737 Max

    Boeing 737 MAX: fabricante e agência reguladora dos EUA são tidas como culpadas em relatório

    CC BY 2.0 / Steve Lynes / Boeing 737 Max
    Américas
    URL curta
    0 01
    Nos siga no

    Um relatório feito por agências independentes acusou a Agência de Aviação dos Estados Unidos (FAA) e a Boeing por permitirem o uso do 737 MAX com falhas técnicas.

    O relatório foi feito por investigadores de agências que culparam tanto a Boeing quanto a FAA de não terem dado atenção a falhas no piloto automático da aeronave.

    Pelo menos duas aeronaves do modelo Boeing 737 MAX caíram fazendo vítimas fatais.

    O primeiro ocorreu na Indonésia em 29 de outubro do ano passado, quando um exemplar da Lion Air caiu deixando 189 mortos.

    Em 10 de março deste ano, outro avião Boeing 737 MAX da Ethiopian Airlines caiu, tirando a vida de 157 pessoas.

    Após os acidentes, diversas companhias aéreas no mundo retiraram a aeronave de serviço, enquanto governos proibiram o voo dela em seu espaço aéreo.

    Problemas na verificação

    De acordo com o relatório, a FAA não realizou uma investigação que analisasse o funcionamento dos sistemas da aeronave como um todo de acordo com as informações compartilhadas pela Boeing, publicou o New York Times.

    Além disso, a Boeing teria concedido pouca informação sobre o sistema de pilotagem automática à agência reguladora.

    Mais:

    Boeing 737 MAX tem proibição prorrogada por empresa dos EUA
    Boeing teria ocultado problemas do 737 MAX por um ano, aponta relatório
    Tragédia do Boeing 737 Max: 'para economizar, causaram mais mortes', diz especialista
    Tags:
    incidente aéreo, Boeing 737 MAX, FAAP
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik
    • Comentar