09:18 16 Outubro 2019
Ouvir Rádio
    Opositor venezolano, Juan Guaidó

    Venezuela publica novas FOTOS de Juan Guaidó com narcoparamilitares da Colômbia

    © Sputnik /
    Américas
    URL curta
    12293
    Nos siga no

    O procurador-geral venezuelano, Tarek William Saab, demonstrou novas fotos do líder da oposição Juan Guaidó com membros do grupo paramilitar Los Rastrojos, envolvido no narcotráfico e conflito armado na Colômbia.

    Tarek William Saab acrescentou que a quadrilha estava matando testemunhas de Guaidó atravessando a fronteira colombiano-venezuelana.

    Em 13 de setembro, o Ministério Público da Venezuela abriu uma investigação sobre supostas ligações entre Guaidó e Los Rastrojos com uso de fotos, que foram publicadas pelo jornal espanhol El País, do líder da oposição venezuelana com integrantes da quadrilha colombiana.

    O procurador-geral da Venezuela, Tarek Wiliam Saab, anunciou a investigação dos vínculos de Juan Guaidó com a organização narcoparamilitar colombiana Los Rastrojos.

    Saab também mencionou a existência de novas provas que demonstram a cumplicidade de Guaidó

    De acordo com o procurador-geral venezuelano, foi a organização narcoparamilitar colombiana que ajudou Guaidó a atravessar a fronteira colombiano-venezuelana apesar da proibição de entrada imposta por Caracas ao líder da oposição.

    Fotos escandalosas

    Além do mais, Saab mostrou fotos de Guaidó com um dos líderes de Los Rastrojos, que é considerado responsável por sequestros no estado venezuelano de Táchira.

    "O homem na foto é um cidadão colombiano, também conhecido como Menor. Seus cúmplices do cartel armado de drogas Los Rastrojos o procuraram para matá-lo, não o encontrá-lo, e então decidiram matar a mão, o pai e mais dois membros da família dele. Foram assassinados e massacrados quatro membros da família deste membro da quadrilha Los Rastrojos."

    O procurador-geral Saab destacou que "a hipótese de investigação é que eles [membros do grupo Los Rastrojos] foram matá-lo para silenciá-lo, para que o que o mundo já está conhecendo e o que o Ministério Público [venezuelano], da vinculação estreita, orgânica, ente o senhor Guaidó e o grupo narcoparamilitar", em entrevista coletiva, transmitida em sua página no Twitter.

    Na semana passada, Guaidó afirmou à rádio Blu ter tirado centenas de fotos com pessoas durante o show humanitário na cidade fronteiriça colombiana de Cúcuta e não sabia que algumas dessas pessoas tinham ligações com Los Rastrojos.

    Crise na Venezuela

    A Venezuela vem sofrendo uma grave crise política desde o final de janeiro, quando o líder da oposição apoiado pelos EUA, Juan Guaidó, proclamou-se presidente interino em uma tentativa de expulsar o presidente venezuelano Nicolas Maduro do poder.

    Maduro acusou Guaidó de ser um fantoche americano, trabalhando com Washington para orquestrar um golpe para que os Estados Unidos possam controlar os recursos naturais da Venezuela. A Colômbia vem dando apoio significativo a Guaidó desde a eclosão da crise.

    Mais:

    Bolsonaro faz escola: revista revela que Guaidó se consulta com astrólogo na Venezuela
    Guaidó citado: governo da Venezuela revela plano para golpe e assassinato de Maduro
    Guaidó faria Venezuela regressar aos tempos coloniais, afirma Evo Morales
    Tags:
    fotos, narcotráfico, Juan Guaidó, Venezuela
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik
    • Comentar